Comitê aguarda plano de biossegurança para estudar reabertura de igrejas

| O PROGRESSO


Crédito: Facebook/Presbiteriana

O Comitê de Gerenciamento de Crise do Coronavírus em Dourados aguarda plano de contingenciamento de algumas igrejas e templos para apresentar à prefeita Délia Razuk e estudar medidas para a autorização de reabertura.

Algumas igrejas procuraram o Comitê e até já apresentaram projetos de biossegurança, no entanto, somente quando a maioria disponibilizar os planos é que será possível traçar uma estratégia de retomada de missas, cultos e celebrações.

O médico Frederico de Oliveira, membro do Comitê, disse durante live da prefeitura nesta terça-feira (28) que após o recebimento dos planos de biossegurança será possível fazer um estudo global. 'Sabemos que a igreja faz parte da saúde espiritual, sendo importante para a sociedade', considerou.

Com os planos em mãos, segundo ele, o Comité poderá adotar uma regra que será válida para todos. Disse ainda que a reabertura de igrejas e templos sempre esteve na pauta do Comitê.

A flexibilização de abertura em Dourados começou com o comércio em geral (exceto shopping), seguido de academias e clubes de tiro.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE