UMA HiSTÓRIA - Adail Alencar Taveira

| DO AUTOR


Adail Alencar Taveira. Foto: Arquivo

Não fuja desse amor que arde no peito, nem tente esconder esse desejo, relembre cada momento no nosso leito, do calor que fervia a cada beijo. Não tente sentir indiferença, a cada toque dos meus dedos, em cada carinho sinta minha presença, nós fomos cúmplices de segredos.

Foi maravilhoso cada carinho, meu amor por ele existimos, nós construimos um caminho, porque um grande amor sentimos. Seja feliz pelo amor trocado entre nós, existem duas histórias pra contar, quando em pensamento ouço a sua voz, sei que foi lindo te amar.

Não importa tudo que já passou, o que nós vivemos não se apaga, sei que um dia, com certeza, me amou, por isso meu coração te afaga. Deixa o seu coração falar, desse amor que nos enlouquece, sonhe, quando quiser sonhar, relembre cada carinho que não se esquece. Sei que não existem duas vidas, sei que um amor foi compartilhado, sei que nunca será por mim esquecida, essa é a história de um poeta apaixonado.

Adail Alencar Taveira. Cabo de Santo Agostinho-Gaibu-PE, 17-03-2.023.

...

MEIAS PALAVRAS

Meu olhar fala tudo, que o meu coração gostaria de dizer, mas eu não me iludo, sei que preciso te esquecer. Meu gesto é contido, e com meias palavras tento disfarçar, sou um caminhante perdido, que muito tarde, foi te encontrar.

Vivo sufocando minha ternura, que não posso te oferecer, meu sorriso esconde uma amargura, meu ciúme, nem direito tenho de ter. Sei que sonho acordado, não preciso nem estar dormindo, nunca vou viver ao seu lado, não importa o que eu esteja sentindo.

Sempre quis encontrar no meu caminho, uma mulher que completasse minhas emoções, sei que é um sonho, vou continuar sozinho, não é possível unir nossos corações. Você é uma ilusão perdida, que transmite tanta serenidade, você me fez renascer para a vida, é a última esperança de felicidade.

Se eu pudesse gritar para o mundo, com todas as palavras que o coração omite, não abafaria o sentimento profundo, deste amor sem limite.

Adail Alencar Taveira. Dourados,19-10-2.004.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE