Carros elétricos e híbridos dobrarão número de lançamentos em 2022

| NOTICIAS AUTOMOTIVAS


Para quem gosta de novidade, o mercado automotivo mundial prevê uma enxurrada de lançamentos nos próximos anos, simplesmente quase dobrando a taxa anual de estreias das duas últimas décadas.

Isso foi indicado pelo relatório anual “Car Wars” do Bank of America Merrill Lynch. Ele apontou que o número de lançamentos de carros novos saltará enormemente a partir de 2022, continuando elevada até 2024.

Além disso, o que chama atenção é que 49% desses lançamentos serão de carros elétricos ou híbridos. De fato, a indústria automobilística mundial está se voltando rapidamente para a eletrificação em níveis nunca vistos.

A União Europeia está pressionando os 27 mercados do continente com a baixíssima média limite de 95 g/km de CO2, enquanto a China pretende cortar bilhões de toneladas de poluentes de suas grandes metrópoles no leste do país.

Estas são duas regiões estão impondo a presença de carros elétricos e híbridos, especialmente agora com a pandemia de coronavírus e a percepção de que o mundo poderia ser mais limpo sem os poluentes automotivos.

Com isso, o mercado não poderia responder de outra forma. O Car Wars fala em 77 lançamentos em 2022, 70 em 2023 e 63 no ano seguinte. Entre os eletrificados, o relatório diz que 26% serão de carros elétricos e 23% apostarão na hibridização.

Ainda que nenhum país venha a cumprir promessa de excluir as vendas de carros a combustão nesse período, a indústria já está colocando as barbas de molho e se precavendo.

Fora isso, aquilo que vem matando muitos carros tradicionais continuará em evidência nos próximos anos, seja elétrico, híbrido ou movido por hidrogênio. Os crossovers/SUVs lideram os lançamentos esperados com 49% do total.

O Car Wars fala em 28% de picapes e apenas 10% para carros de passeio dos segmentos esportivo/luxo, médio/grande e compactos.

Entre as marcas, se você esperava ver a VW com sua promessa de inúmeros lançamentos de carros elétricos e híbridos nos próximos anos, nem imagina que o relatório aponta uma marca menos provável, a Honda.

Claro, nessa parte, o Car Wars fala de todos os segmentos, mas mesmo assim, surpreendentemente a japonesa aparece com 91% de novidades nos próximos.

Estando nos últimos anos sem grandes atrativos, mesmo em nível global, a Honda aparece no topo junto com a Kia Motors que, essa sim, já vem multiplicando seu portfólio nos últimos anos.

Ford e Nissan surgem na sequência, estando essas quatro acima da média do mercado, que é de 74%. A VW aparece com 66% e a lanterna do Car Wars é a FCA com apenas 57% de reposição do portfólio.

Bom, agora é esperar para ver a completa renovação da Honda nos próximos anos, afinal, a marca japonesa merece voltar a ousar como nos anos 90 e meados de 2000, como aconteceu no Brasil.

[Fonte: Autoblog]



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE