Fluminense arranca empate contra o Botafogo pelo Brasileirão

Tricolor buscou o resultado em tarde inspirada de Matheus Martins

| COMUNICAçãO/FFC


Foto: Mailson Santana/FFC

Em jogo quente, Fluminense e Botafogo empataram em 2 a 2 pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro,

neste domingo (23/10). No Maracanã, com mais de 30 mil presentes, o Tricolor criou boas chances e acertou a trave no primeiro tempo, mas saiu atrás do placar. Na segunda etapa, o moleque de Xerém sofreu o pênalti convertido por Ganso e depois empatou o clássico vovô.

A equipe comandada pelo técnico Fernando Diniz volta a campo na quarta-feira (26/10), quando enfrenta o Corinthians, às 19h, na Neo Química Arena, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Primeiro temo

Com 56 segundos de jogo, o Fluminense teve sua primeira grande chance. Calegari achou Arias sozinho na área e o colombiano conseguiu um chutaço, mas a bola subiu. Aos 3 minutos, o Tricolor voltou a assustar. Yago avançou com liberdade e cruzou para Cano, que não pegou muito bem na bola. A pressão continuou e aos 5, Arias cobrou escanteio e Martinelli cabeceou por cima do gol.

Aos 24 minutos, Ganso enxergou Cano na área, o artilheiro se desmarcou e mandou para fora, no entanto, estava em posição irregular. No lance seguinte, Cano recebeu na entrada da área e parou na trave. Aos 34, o Fluminense chegou forte em troca de passes que envolveu diversos jogadores. Ao se esforçar para finalizar a grande jogada, Yago Felipe parou no goleiro. Em sequência, Samuel Xavier cruzou e Cano cabeceou para fora.

Apesar do bom primeiro tempo da equipe, foi o Botafogo que abriu o placar, com Eduardo, aos 40 minutos. Buscando a reação, Yago cobrou escanteio, a defesa desviou e Arias pegou a sobra. O atacante bateu com categoria e tirou tinta da trave.

Segundo tempo

Logo aos 3 minutos da segunda etapa, o Tricolor tomou a iniciativa com Yago. O volante recebeu dentro da área, girou e bateu para defesa do goleiro. Porém, aos 6, na primeira chance do adversário, Jeffinho ampliou o placar. Em resposta rápida, Yago achou belo passe para Cano dentro da área, mas o argentino não conseguiu boa finalização. Minutos depois, foi a vez de Samuel Xavier assustar o adversário com um chute de fora da área.

A equipe, com maior posse de bola, seguiu buscando o gol e aos 15 minutos, dessa vez da entrada da área, Calegari mandou pela linha de fundo. Aos 26, em cobrança de falta, o chute de Arias passou perto. Minutos depois, Matheus Martins fez grande jogada individual e sofreu pênalti logo em seu primeiro lance em campo. O maestro Ganso converteu e diminuiu para o Tricolor.

O moleque de Xerém voltou a aparecer aos 33, em lance pela direita, no qual a finalização foi bloqueada pelo defensor. Mas, foi aos 36 que sua estrela brilhou. Após ataque tricolor, a bola sobrou para ele, Matheus Martins, que com um chutaço deixou tudo igual.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE