Com pênalti nos minutos finais, São Paulo é derrotado pelo Botafogo

O resultado é ruim para o clube paulista, que se afasta da zona de classificação para a Libertadores

| ASSESSORIA/FPF


Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.

A derrota por 1 a 0 do São Paulo para o Botafogo teve um terceiro adversário no Morumbi: a forte chuva. Com o temporal antes do jogo, as equipes encontraram muita dificuldade em concluir jogadas, mas um pênalti nos minutos finais cedeu a vitória aos cariocas pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O resultado é ruim para o clube paulista, que cai para a 11ª posição e se afasta da zona de classificação para a Libertadores. Os comandados de Luís Castro, por sua vez, garantiram os três pontos e assumiram a oitava colocação.

Por jogar em casa, o São Paulo pareceu se adaptar melhor às condições do campo, mas não conseguiu se aproveitar dessa vantagem. Mesmo com a posse de bola e algumas investidas de criação na área adversária, o time de Rogério Ceni não ofereceu perigo a Gatito Fernández e chutou só uma bola para o gol durante os primeiros 45 minutos. A tentativa foi de Rodrigo Nestor, mas sem sucesso.

Uma série de cruzamentos errados tomou conta dos lances iniciais, deixando o treinador são-paulino muito insatisfeito. Calleri, um dos melhores no início da partida, lutou pela bola mas não conseguiu encontrar espaço para finalizar.

O Botafogo, também sentindo as dificuldades de criação, passou boa parte da primeira etapa acuado no campo de defesa. A dupla de zaga formada por Cuesta e Adryelson foi muito eficiente em bloquear os espaços de criação dos rivais.

O segundo tempo trouxe mais movimentação de ambos os lados do campo. Logo aos nove minutos, Pablo Maia aproveitou rebote na entrada da área para chutar forte no meio do gol, mas Gatito mandou para escanteio.

O Botafogo começou a segunda etapa pressionando a saída de bola e tentando aproveitar alguns espaços do mandante. Mas as mudanças de Ceni fizeram com que o São Paulo retomasse a intensidade do jogo, passando a impor jogadas em velocidade pelos lados, especialmente com Reinaldo e Igor Vinicius. Marcos Guilherme, no ataque, também colaborou com uma criatividade maior do time da casa.

Nos minutos finais, um pênalti aflorou os ânimos do Botafogo. Léo derrubou Tchê Tchê na pequena área e o árbitro marcou a penalidade para os cariocas após ser chamado pelo VAR. Tiquinho Soares cobrou e converteu, para a alegria dos visitantes e infelicidade da torcida são-paulina no Morumbi.

Pela próxima rodada do Brasileirão, o São Paulo tem um desafio difícil. Os comandados de Ceni enfrentam o líder Palmeiras, no Allianz Parque, no domingo (16). O Botafogo joga em casa e recebe o Internacional, vice-líder da competição.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE