Com R$ 14 milhões de investimento, Governo fará 10 novas pontes de concreto que vão beneficiar seis cidades


Infraestrutura e logística de qualidade. Com esta marca o Governo do Estado vai construir 10 novas pontes de concreto em Mato Grosso do Sul, que vão beneficiar seis cidades. O investimento previsto é de R$ 14,5 milhões. As obras estão em fase final de licitação, para que em breve comecem os trabalhos.

O Rio Aquidauana vai receber duas pontes de concreto, em rodovias vicinais entre os municípios de Bandeirantes, Corguinho e São Gabriel do Oeste. O investimento será de R$ 3,9 milhões. Além de contribuir com o escoamento da produção, ajuda na logística e torna o tráfego mais seguro.

Já o município de Rio Vede vai receber três pontes novas, sendo duas sobre o Córrego Sucuri e uma no Córrego Lajeado. Juntas somam R$ 3,7 milhões em recursos próprios do Estado. O processo de licitação já tem empresa vencedora, restando agora apenas a homologação e assinatura do contrato.

Para Itaquiraí, na região do Conesul, serão mais três pontes de concreto nos rios Itaquiraí e São Luiz, com investimento de R$ 3,78 milhões. Elas serão implantadas em rodovias vicinais da cidade. A troca da estrutura de madeira por concreto é uma das principais prioridades da gestão estadual.

Completando a lista ainda tem mais duas pontes no município de Amambai, que ficarão no Córrego Panduí e no Rio Jaraguari, no valor de R$ 3,04 milhões. Estas obras foram publicadas nesta terça-feira (04), no Diário Oficial do Estado. Todas as licitações já tiveram resultado final e em breve as obras terão início.

O Governo do Estado já investiu mais de R$ 220 milhões na construção de pontes de concreto nos últimos sete anos. Todas as regiões foram contempladas. Ao todo são 134 estruturas novas, sendo 119 concluídas e 25 em execução.

“O nosso objetivo é melhorar o acesso aos municípios, proporcionar o escoamento da produção e oferecer segurança à comunidade e àqueles que cruzam as estradas do nosso Estado. Com expansão do agronegócio e o crescimento das cidades, atender a essas demandas é de suma importância”, afirmou o governador Reinaldo Azambuja.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE