Reinaldo Azambuja vota em Campo Grande, faz avaliação do governo e diz que confia em Riedel no 2º turno

| ASSESSORIA


O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) votou na manhã deste domingo (2) na Escola Estadual Lúcia Martins Coelho, em Campo Grande, acompanhado da primeira-dama, Fátima Azambuja. Antes de entrar na cabine de votação, por volta das 9h, ele fez uma avaliação da própria gestão, disse que vai entregar um Estado melhor para quem governar a partir de 2023 e afirmou que acredita em um segundo turno das eleições com Eduardo Riedel, candidato ao Governo do Estado pelo partido tucano.

“Fizemos uma boa caminhada. Eduardo chega bem e tranquilo e agora é aguardar a melhor pesquisa, que é a das urnas. Sempre confiei na proposta e na colaboração que o Eduardo teve nesses anos de trabalho firme por um novo Mato Grosso do Sul, que é o que nós temos hoje: um Estado crescendo pujante e que entrega políticas públicas. Esse é o resultado que faz com que ele chegue ao segundo turno”, destacou.

Ao fazer uma avaliação de sua gestão, Reinaldo Azambuja citou indicadores positivos de Mato Grosso do Sul conquistados nos últimos oito anos, como nota 10 em saúde fiscal, o primeiro em investimentos por habitante e o maior crescimento de PIB da década e da pandemia. “Temos ainda os dois maiores programas sociais de todos o estados. Fizemos um governo que construiu parceira com as 79 cidades, das menores como Itaporã e Tacuru, até as maiores, como Dourados e Campo Grande”, pontuou.

O governador ainda disse que vai terminar sua gestão em dezembro de 2022 com as contas em dia, salários pagos e dinheiro em caixa para obras. “Não devemos passar dificuldades para quem for governar em 2023”, afirmou ele.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE