Advogada acusada de mandar matar o próprio pai vai passar por audiência em MS

Dayane Claudino Miranda Marcos é uma das acusadas no processo sobre a morte do produtor rural Paulo Sergio de Freitas Miranda, em setembro de 2021.

| G1 / RENATA BARROS, G1 MS


Tiago e Dayane, acusados como mandantes do assassinato de produtor rural em MS — Foto: Redes Sociais

Dayane Claudino Miranda Marcos, de 29 anos, acusada de mandar matar o próprio pai, o produtor rural Paulo Sergio de Freitas Miranda, com então 57 anos, vai passar por audiência em 8 de novembro. A ré responde pelo processo em liberdade e atualmente mora em Guaíra, no Paraná.

Além de Dayane, o marido dela, Tiago da Rosa Marcos, também acusado de ser o mandante do crime, vai passar pela audiência. A sessão será realizada de forma virtual e testemunhas de acusação serão ouvidas.

Também estarão presentes na audiência os demais envolvidos no crime, Leandro Marcos Cambui, Thiago de Oliveira Leme e Ruan Victor da Silva Lopes. Com exceção de Dayane, todos estão presos na Penitenciária de Segurança Máxima de Naviraí.

Relembre o caso

O produtor rural Paulo Sergio de Freitas Miranda, tinha 57 anos quando foi assassinado, em 20 de setembro de 2022, em Naviraí (MS), cidade a 365 km de Campo Grande. Após investigação policial, a filha e o genro, Dayane e Tiago, foram apontados como mandantes do crime.

Câmeras de segurança chegaram a registrar o momento em que o produtor rural foi assassinado. Veja abaixo:

De acordo com as investigações policiais, o casal estaria com problemas financeiros e desejava receber a herança da família. Além da vítima, a esposa dela e mãe da acusada de ser mandante, também seria alvo do crime.

Veja vídeos de Mato Grosso do Sul:



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE