Homem que atirou contra adolescente grávida e o padrasto dela diz que cometeu crime em legítima defesa

Durante o depoimento, o suspeito de ter atirado contou à polícia que havia sido furtado pelos dois e que agiu em legítima defesa para expulsá-los do imóvel.

| G1 / DéBORA RICALDE, G1 MS


Homem que atirou contra adolescente grávida e o padrasto dela diz que cometeu crime em legítima defesa — Foto: Divulgação

Um homem, de 44 anos, se apresentou, nesta terça-feira (20), como autor dos tiros que acertou uma adolescente grávida, de 16 anos, e o padrasto dela, de 28 anos. Na 5º Delegacia de Polícia (DP), o suspeito disse ter agido em legitima defesa após a dupla ter roubado seu estabelecimento e tentado transformá-lo em um ponto de venda de droga.

O crime aconteceu no dia 16 de setembro, quando, após uma discussão na frente do imóvel que funcionava o bar, o homem efetuou diversos disparos atingido as vítimas. Os dois foram encaminhados para a Santa Casa da capital.

Segundo o delegado responsável pelo caso, Rodolfo Daltro, o homem foi atingido por três tiros e segue em estado grave. Já a jovem, grávida de 7 meses, foi atingida nas costas mas não apresentou nenhum problema na gestação.

Durante o interrogatório, o dono do bar informou que agiu em legitima defesa para proteger sua esposa, filha e neta. Ele contou ainda que a última vez que as duas vítimas estiveram em seu no local, furtaram o bar.

Ainda conforme a polícia, o homem disse durante o depoimento que as vítima queriam expulsá-lo do imóvel onde funcionava o bar para poder montar um ponto de venda de droga. Ele informou que em certo momento da educação, a jovem tentou agredi-lo, momento que efetuou os disparos.

O caso segue sendo investimento pela polícia e o homem foi indiciado por dupla tentativa de homicídio. As investigações visam identificar a veracidade do suspeito ter agido por legitima defesa ou não.

Veja vídeos de Mato Grosso do Sul:



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE