Clube amador do MS anuncia cobrança de direitos de “arena' nas transmissões

| ESPORTEMS


A equipe da Associação Atlética XV de Novembro, de Batayporã, cidade distante 300 quilômetros de Campo Grande, comunicou a imprensa de Mato Grosso do Sul que haverá a cobrança dos direitos de arena dos jogos em que vão participar do Amadorzão, evento organizado pela empresa Mtavares, com aval da Federação de Futebol de MS.

A nota de clube, encaminhada as emissoras, assinada pelo presidente Valdir de Jesus Santos, alega que estará usando o expediente da Lei de Transmissão, aprovada pelos deputados e senadores, publicada pelo presidente Jair Bolsonaro. Na Lei, agora os clubes de futebol – profissionais – terão o direito de negociar livremente, e individualmente, com as emissoras rádio, TV, streaming ou outra geradora de conteúdo, diferente do que ocorria no passado, onde a negociação era feita pela organizadora da competição, no caso CBF. A competição denominada “Campeonato Amadorzão 2022' é organizada pela empresa Mtavares, com aval da Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul.

O site pediu um posicionamento da Mtavares, mas ainda não recebemos a resposta. A Associação dos Cronistas Esportivos do MS, através do presidente Antônio Coca, também pediu informações aos diretores do clube sobre como serão utilizados os recursos arrecadados e se os jogadores do XV de Novembro estão devidamente profissionalizados juntos a CBF.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE