Indígena é empurrada contra fogão a lenha pelo marido e fica em estado grave em MS

Crime ocorreu em Amambai, sul do estado, mas devido aos ferimentos a vítima foi transferida para a capital.

| G1 / RENATA BARROS, G1 MS


Caso foi registrado como tentativa de feminicídio na Delegacia de Amambai — Foto: Polícia Civil// Reprodução

Uma indígena, de 57 anos, ficou gravemente ferida após ser empurrada contra um fogão a lenha pelo marido, na Aldeia Indígena Amambai, no município de mesmo nome, no sul do estado. A vítima ficou com o rosto e parte do corpo queimados e precisou ser transferida para a capital, onde aguarda vaga para o Centro de Tratamento Intensivo (CTI).

A Polícia Militar foi acionada ao Hospital Regional de Amambai após a vítima dar entrada queimada. Mesmo ferida, a mulher conseguiu conversar com as autoridades policiais e contou que o marido dela a empurrou contra um fogão a lenha improvisado, na casa deles.

De acordo com o relato da vítima, o marido não tentou socorrê-la. Foi a filha dela, que mora próximo à casa do casal, que ajudou a mãe. A mulher foi levada para o Hospital Regional, porém devido à gravidade dos ferimentos, foi transferida para a Santa Casa de Campo Grande.

De acordo com a instituição de saúde, a mulher deu entrada com 30% do corpo queimado. “Paciente teve queimadura de segundo grau em face, e de terceiro grau no membro superior direito, tórax, abdômen e pescoço'. Segundo o hospital, a paciente está consciente, desorientada e segue internada no pronto atendimento, onde espera vaga para o CTI.

Prisão

Após saírem do Hospital Regional, os policiais foram até a aldeia. O suspeito estava na casa onde o crime ocorreu. Segundo o boletim de ocorrência, ele não ofereceu resistência e foi levado para a delegacia, onde foi preso em flagrante por tentativa de feminicídio.

Veja vídeos de Mato Grosso do Sul:



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE