Filhotes de cachorro-vinagre são filmados em floresta de Mato Grosso do Sul

Espécie rara e ameaçada de extinção é flagrada em floresta plantada de eucalipto no município de Inocência (MS); imagens do animal são consideradas muito raras

| ASSESSORIA


Imagens raras de um adulto e dois filhotes de cachorro-vinagre, cujo nome científico é Speothos venaticus, foram capturadas em florestas plantadas de eucalipto, na cidade de Inocência (MS), durante monitoramento de rotina feita por um funcionário da Eldorado Brasil Celulose. A companhia arrendou a fazenda São Francisco para cultivar florestas com a finalidade de produzir celulose.

Os animais foram flagrados por Rodrigo Fernando de Souza Rosa, usando um telefone celular. “Na hora em que cheguei, havia o casal e mais três filhotes. Os pais estavam mais afastados, observando os filhotes; depois, voltaram para perto e foram juntos embora”, relata Rodrigo. “Perguntei para os amigos e ninguém conhecia aquele animal.” O fato é que a atitude de filmar os animais gerou imagens muito difíceis de se conseguir.

O cachorro-vinagre é uma espécie considerada “quase ameaçada” pela União Internacional para Conservação da Natureza (IUCN, na sigla em inglês). Porém, no Brasil, a espécie é considerada como “vulnerável” pela lista nacional oficial de espécies da fauna ameaçadas de extinção do Ministério do Meio Ambiente (MMA).

“Se olharmos para o Cerrado, a espécie é ainda mais ameaçada: pode ser extinta em até 100 anos, devido à redução das populações nesse bioma, ocasionada por doenças transmitidas por cães domésticos e a caça”, explica o ecólogo Elson Fernandes de Lima, mastozoólogo e gerente de projetos da Casa da Floresta, empresa especializada em monitoramentos de fauna e flora.

A Eldorado Brasil Celulose, que tem mais de 250 mil hectares de florestas plantadas em Mato Grosso do Sul, monitora a atividade de fauna e flora regularmente, o que já possibilitou flagras anteriores, como de tatus-canastras e onças-pardas, entre diversos outros animais. "Ainda mais curioso e relevante é o fato de o registro ter ocorrido numa área de plantios florestais, o que ressalta a importância do bom manejo para a permanência de espécies ameaçadas”, ressalta Lima.

A Eldorado Brasil desenvolve programas e projetos que maximizam os benefícios gerados pelas florestas. Entre elas, destaque para o Programa de Restauração Ambiental, que recupera áreas que foram degradadas em atividades anteriores à incorporação pela Eldorado Brasil. O programa faz um diagnóstico, monitora e recupera a função ecológica dessas áreas, fortalecendo a regeneração natural e garantindo a perpetuação das espécies da região. Tudo feito com a mínima intervenção no ambiente, preservando o fluxo gênico dos fragmentos, o banco de sementes e as espécies do local.

Outro programa importante da Eldorado é o Estudo de Conectividade dos Fragmentos Florestais, que avalia a conectividade interna e externa dos fragmentos de vegetação nativa, definindo corredores ecológicos para garantir o fluxo gênico entre os fragmentos.

Além desses, a Eldorado mantém o Programa Você e o Bicho, que incentiva o registro voluntário dos animais silvestres avistados nas áreas de atuação da empresa, feito por colaboradores, contribuindo para o conhecimento da fauna existente e promovendo a conscientização por meio da educação ambiental.

“Todo material recolhido passa a compor um banco de dados que nos permite avaliar e conservar a população de espécies existentes em nossa região”, afirma Fábio de Paula, gerente de Sustentabilidade da Eldorado Brasil Celulose.

Sobre o cachorro-vinagre

Os cachorros-vinagre são animais sociáveis e vivem em grupo de 2 até 6 indivíduos, sendo que os adultos têm pelo longo castanho-amarelado. Os mais jovens, no entanto, têm pelo preto sobre todo o corpo. Os adultos têm comprimento entre 57 e 75 centímetros e pesam, em média, de 5 a 8 quilos. Suas pernas são curtas, assim como o focinho. As orelhas são relativamente pequenas, e o animal conta com garras afiadas, maiores do que as de cães domésticos do mesmo porte.

O cachorro-vinagre é, em geral, carnívoro e caça, na maior parte das vezes, tatus e grandes roedores, como pacas e cutias. Também se alimenta de ratos, coelhos, gambás, quatis, lagartos teiús, cobras e aves terrestres. Caça em grupos pequenos e médios, sendo essa uma estratégia vantajosa, já que se trata de um animal pequeno. Ao caçar em bandos, consegue matar presas maiores, como capivaras, emas, veados e catetos, empregando uma variedade de estratégias de caça cooperativa. O cachorro-vinagre ataca as pernas de animais grandes até derrubá-los e consegue perseguir suas presas mesmo em águas profundas.

 

 

Mais informações sobre as ações da Eldorado Brasil em suas fazendas podem ser acessadas no Relatório de Sustentabilidade 2021 da companhia.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE