Semed reúne coordenadores para discutir casos de violência autoprovocada nas escolas

Encontro teve palestras de psicólogas e orientação de acolhimento e notificação

| ASSESSORIA


Psicóloga da Semed, Adriana Miqueletti, foi uma das palestrantes (Foto: Assecom)

A Prefeitura de Dourados, por meio do Departamento de Ensino Educação Especial da Secretaria Municipal de Educação, reuniu os coordenadores pedagógicos de escolas municipais para discutir a prevenção de violência autoprovocada. O encontro foi o primeiro de outros que vão acontecer durante o Setembro Amarelo, mês que marca a campanha brasileira de prevenção ao suicídio, iniciada em 2015. No dia 10 é o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio.

Além de discutirem especificamente sobre o Setembro Amarelo, coordenadores das 46 escolas da REME (Rede Municipal de Ensino) participaram de palestras com as psicólogas da Semed (Secretaria de Educação) sobre assuntos diversos, como Comportamento Autolesivo e Tentativa de Suicídio e os encaminhamentos necessários.

As palestras foram feitas pelas psicólogas da Semed Heloísa Bortolotto da Silva e Adriana Miqueletti. Participaram ainda o promotor Dr Luiz Gustavo Terçariol e representantes do Conselho Tutelar.

Segundo Heloísa, o objetivo do encontro foi reforçar o protocolo que já existe em relação à necessidade de acolhimento e notificação de casos de suspeita de tentativa de suicídio ou comportamento auto lesivo. “Foi importante para orientação sobre prevenção de violência autoprovocada e darmos início às ideias e sugestões da campanha Setembro Amarelo com estratégias assertivas de valorização da vida', explica a psicóloga.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE