Criciúma vence Operário e dorme na metade de cima da tabela da Série B

| GAZETA ESPORTIVA


O Criciúma conquistou três pontos importantes nesta quarta-feira, pela 25ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Jogando em casa, no estádio Heriberto Hülse, o time venceu o Operário por 2 a 0, com gols marcados por Hygor, ainda no primeiro tempo, e Zé Marcos, já no fim do jogo.

Com o resultado, o Tigre salta para a oitava colocação da tabela, mas ainda pode ser ultrapassado na rodada. O time, no entanto, se coloca próximo ao bolo que ainda sonha com um acesso à Série A. Do outro lado, o Operário se complica e fica na 16ª posição, com 25 pontos, apenas dois acima do Z4. Assim, a equipe pode entrar na zona de rebaixamento ainda nesta rodada.

Agora, o Criciúma volta a campo no domingo, às 11 horas (de Brasília), para enfrentar o Nação Esportes fora de casa, pelo primeiro jogo da semifinal da segunda divisão do Campeonato Catarinense. Já o Fantasma joga só no dia 27 de agosto, sábado, às 19 horas, contra o CSA, em casa, em duelo direto contra o rebaixamento para a Série C.

A partida começou intensa e, logo no primeiro minuto, o Criciúma quase abriu o placar com Thiago Alagoano, mas o zagueiro Reniê salvou em cima da linha e impediu o primeiro gol da partida. Os donos da casa seguiram no ataque e, aos 18 minutos, levaram perigo em cabeceio de Lohan. Já no minuto seguinte, em cruzamento rasteiro pela direita, Thiago Alagoano finalizou de letra e carimbou a trave. Depois, foi a vez de Lohan cabecear e parar em grande defesa de Vanderlei, em cima da linha. No rebote, Zé Marcos foi travado pela marcação.

O goleiro do Operário salvou novamente aos 34 minutos, quando defendeu chute à queima roupa de Hygor. Aos 45, defendeu finalização de Cristovam, cedendo o escanteio. Na cobrança, Vanderlei chegou a tirar a bola da área, mas o time da casa aproveitou a sobra e enfim abriu o placar com chute de Hygor após cruzamento de Fellipe Mateus e desvio de Arilson.

Na volta do intervalo, o Fantasma tentou responder logo no primeiro lance. Em cobrança de escanteio, o goleiro do Criciúma saiu mal do gol e a bola sobrou para Gustavo, mas o zagueiro cabeceou por cima do travessão e perdeu grande chance.

O jogo ficou menos movimentado no segundo tempo. Conforme os visitantes tentaram correr atrás dos prejuízo, o time da casa diminuiu seu ritmo, administrando o resultado e, eventualmente, construindo suas investidas.

Mesmo assim, já no fim do jogo, os mandantes confirmaram a vitória. Aos 41 minutos, Zé Marcos aproveitou desvio de Arilson após cobrança de escanteio e desviou para o fundo das redes. Fim de jogo e 2 a 0 para o Criciúma.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE