Leia Coluna do Jonas desta quinta, 04

| REDAçãO


Jonas Alves da Silva (Silva Junior). Foto: Divulgação

Dourados, 04 de Agosto – Dia do Padre. Dia do Sacerdote, Dia de São João Maria Vianney

Pensamento: "Quando alguém te diminuir, alegre-se... é sinal que você cresceu."

Musica: Ela não está aqui – KLB – Indicação Mateus Gnutzman - https://www.youtube.com/watch?v=Oz2w_PLM_q4 

Niver: Hassan Hajj, Jose Luiz Mariano, Lizandro Dewes - Ensina-nos a contar os nossos dias, de tal maneira que alcancemos corações sábios. Salmos 90:12

Campanha

A campanha política tem sido destaque por todos os cantos do pais nesses últimos dias, que até parece não estarmos passando por uma das piores crises econômicas mundiais e de resiliência no planeta. Em todos os estados da Federação da Republica Brasileira, os eleitores irão às urnas para escolher os novos deputados estaduais, federais, isso no campo legislativo, e senadores, governadores e presidente da republica, no campo majoritário. De resto, nos preparemos para participar desse excelente momento em prol da democracia.

Vice

Segundo informações, dois nomes, de dois deputados estaduais de Dourados, estão sendo especulados para compor possivelmente a chapa majoritária de Eduardo Riedel à sucessão do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) nas eleições de outubro próximo. Um com escritório no décimo andar do Edifício das Araras e o outros na Rua Ciro Melo, entre as ruas Hilda Bergo Duarte e Camilo Ermelindo da Silva. Essa possibilidade tem sido bastante debatida entre os mandatários de plantão. Aguardamos os desdobramentos.

Violência

O deputado estadual Marçal Filho vem alertando para o alto índice de violência doméstica em MS. Um empurrão, um aperto no braço, o celular jogado na parede, ofensas, humilhação. A violência no ambiente doméstico contra mulheres pode começar nos pequenos gestos até chegar ao feminicídio. Marçal, coordenador da Frente Parlamentar em Defesa da Mulher na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, mostra preocupação com a violência doméstica no Estado.

Estatística

Estatística da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) mostra que só neste ano, já foram registrados 24 feminicídios em Mato Grosso do Sul. Em relação ao número de violências domésticas, chegamos a 11.067, isto somente nos sete primeiros meses do ano, o que representa, em média, cerca de 52 vítimas por dia.

Agosto LiLás

Deputado que mais aprovou lei em favor das mulheres no Estado, Marçal Filho destaca a campanha Agosto Lilás, de prevenção e combate à violência contra a mulher. Lançado na segunda-feira no auditório do Sebrae-MS, em Campo Grande, o evento é o ponto de partida de uma série de ações a serem desenvolvidas no Estado, ,com a proposta de sensibilizar a sociedade sobre a violência doméstica e familiar contra a mulher e divulgar a Lei Maria da Penha.

Atividades

Durante este mês serão feitas mobilizações e discutidas estratégias para a redução da violência contra a mulher em todo o Estado. “A lei Maria da Penha é muito importante no combate da violência doméstica e na proteção das mulheres, mas precisamos cada vez mais discutir este assunto, de forma que possamos educar a nossa sociedade, que há mecanismos de denúncia e que a violência precisa ser combatida", disse o deputado Marçal Filho.

Ele ainda destaca a necessidade de enfrentamento da violência. “Todos os anos são feitas campanhas de combate à violência doméstica e infelizmente os números são alarmantes, por isso temos que falar sobre o assunto, encorajar as mulheres a fazer denúncia e procurar ajuda", explica o parlamentar.

Atuação

Na Assembleia Legislativa, Marçal Filho tem forte atuação na criação de leis, dentre as quais em favor das mulheres. Uma das leis aprovadas é a 5.437/19, que restringe o porte ou posse de arma de fogo ao agressor da mulher. Outra lei é a 5.591/20, que obriga síndicos de condomínio a denunciarem casos de violência doméstica. O síndico ou administrador deve avisar à polícia dados que permitam identificar tanto a vítima como o agressor.

Outras leis

Marçal Filho também é autor da lei 5.610/20. Ela estabelece que a mulher vítima de violência doméstica tenha prioridade no cadastro de habitação popular no Estado. Outra lei é a 5.363/19, que estabelece que o filho de mulher violentada tenha preferência na matrícula em qualquer escola do Estado.

Também é de Marçal Filho é a Lei  5.741/2021, que garante à gestante ou parturiente o direito ao uso de analgesia para diminuir a dor do parto. Tramita na Assembleia Legislativa outras leis que poderão beneficiar as mulheres, a exemplo do projeto 040/21, que obriga as unidades de saúde da rede pública e privada a garantir os direitos de mulheres que sofrem perda gestacional. A medida tem como objetivo preservar a saúde física e psicológica das mulheres.

Inclusão

Durante encontro na Capital, deputado Barbosinha reforça ações por inclusão social. Essa foi a palavra de ordem no encontro realizado segunda-feira (1) à noite no escritório político da coordenação de campanha do pré-candidato a governador Eduardo Riedel, em Campo Grande, da qual participaram ainda o pré-candidato a reeleição para deputado estadual Barbosinha e as pré-candidatas a deputada federal, Malu Fernandes e ao Senado, Tereza Cristina.

Luta

O deputado douradense tem lutado ao longo da vida pública para garantir os direitos das pessoas com necessidades especiais, destinando emendas parlamentares para entidades e buscando incrementar a legislação que assegura direitos, reafirmou o compromisso com as lideranças que se dedicam à causa.

Conscientização

Barbosinha diz que é necessário continuar o trabalho para conscientizar a sociedade e os agentes públicos da importância da inclusão de todos para que tenhamos um mundo melhor e mais humanizado. Mas ainda precisamos lutar para quebrar barreiras, estimular reflexões sobre os direitos das pessoas com deficiência e conscientizar nossa sociedade sobre a importância da igualdade para todos os cidadãos.

Alinhamento

Na mesma linha de raciocínio, a deputada Tereza Cristina e o ex-secretário estadual de Infraestrutura, Eduardo Riedel, se comprometeram em trabalhar para reduzir distâncias nesse desafio “de forma a tornar mais iguais os diferentes”, assumindo a bandeira já empunhada por Malu Fernandes. “Penso que saímos desse encontro mais fortes, e nossas entidades e crianças que precisam da nossa ajuda mais esperançosas ainda”, analisou a organizadora da reunião.

A ponte da Hayel

As obras de construção da ponte da Hayel Bon Faker estão em ritmo acelerado. Nos dois lados do córrego, a empresa responsável pela obra já está implantando a estrutura que será a base da ponte. Obras de drenagem no local também já estão sendo executadas. O prefeito Alan Guedes esteve visitando a obra e saiu de lá bastante otimista.

Telefones úteis em Dourados

Quantas vezes a gente já precisou fazer uma ligação de emergência, mas não lembrou ou não sabia o número do telefone. Pensando nisso, a Gazeta MS publica alguns números que, se for preciso, serão facilmente encontrado.

Anota aí:

Polícia Militar: 190

Bombeiros: 193

Guarda Municipal: 199 e 153

Polícia Rodoviária Federal (PRF): 191

Polícia Rodoviária Estadual (PRE): 198

SAMU: 192        

Polícia Civil - SIG (67) 3411-8080

Aeroporto (67) 3411-7936

Utilidade Publica

O DOF mantém um canal aberto direto com o cidadão para tirar dúvidas, receber reclamações e denúncias anônimas, através do telefone 0800 647-6300. Não precisa se identificar e, a ligação, será mantida em absoluto sigilo. O serviço funciona 24 horas por dia, sete dias por semana.
Logo publicaremos outros números de emergência. 

[email protected]