Borja marca e dá duas assistências em vitória do River no Campeonato Argentino

| GAZETA ESPORTIVA


Neste domingo, o River Plate venceu por 3 a 0 o Aldosivi em partida válida pela décima rodada do Campeonato Argentino. O destaque do confronto foi o colombiano Miguel Borja, ex-Palmeiras e Grêmio, que participou diretamente dos três gols, dando duas assistências e marcando o terceiro.

Recém-contratado, o atacante fez sua segunda partida com a camisa da equipe argentina. Vindo do banco no começo do segundo tempo, Borja precisou de apenas dez minutos para interferir no marcador. Após lançamento, o camisa nove ajeitou de peito para Palavecino abrir o placar.

Dois minutos depois, o colombiano recebeu em profundidade, invadiu a área e fez bela jogada individual, clareando o lance, antes de rolar para Beltrán. O atacante, então, apenas precisou rolar para o fundo da rede e fazer o segundo.

Entretanto, para coroar de vez a atuação, ainda faltava o gol. Assim, Beltrán pressionou a defesa e a bola chegou em Borja, que dominou já dando uma meia-lua no defensor. Após invadir a área, o camisa nove apenas tocou na saída do goleiro e fez o terceiro da partida - o primeiro com a camisa do River Plate.

Antes de chegar na Argentina, Borja passou pelo futebol brasileiro. Em 2016, o colombiano se destacou na campanha do título da Libertadores do Atlético Nacional-COL. Assim, no ano seguinte, foi contratado pelo Palmeiras - a mais cara da história do clube, ainda hoje. Entretanto, o atacante não rendeu o esperado e, após três temporadas, foi emprestado ao Junior Barranquilla-COL.

No ano passado, Borja voltou a jogar no Brasil. O colombiano foi emprestado ao Grêmio, mas também não empolgou. No time do Rio Grande do Sul, jogou por 20 vezes, marcou apenas cinco gols e deu três assistências. Além disso, o Tricolor Gaúcho foi rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro.

Agora, Borja tenta, no River Plate, recuperar o futebol que o destacou. Ele foi a escolha do clube argentino após o veterano uruguaio Luis Suárez recusar a proposta da equipe em decorrência da eliminação nas oitavas da Libertadores, para o também argentino Vélez Sarsfield.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE