Tarcísio crê em vaga do Santa Cruz no mata-mata da Série D

“Eles jogarão com a gente', garantiu atacante do time Coral para duelo decisivo com o Lagarto

| LANCE! / FUTEBOL LATINO


Jogador está no clube desde julho de 2021 (Rafael Melo/Santa Cruz)

O Santa Cruz chega na última rodada da primeira fase da Série D do Brasileirão dependendo apenas de si para conquistar uma das vagas no mata-mata da competição. Porém, a missão não é assim tão simples. Neste sábado (16), o Tricolor recebe o líder de sua chave, o Lagarto, às 16h (de Brasília), no Arruda, e precisa vencer se não quiser depender de outros resultados.

>Site aponta as cinco melhores torcidas do futebol mundial; veja lista

Quarto colocado no Grupo 4 com 18 pontos, a equipe coral inicia a partida no G4, mas uma derrota (ou até mesmo empate) no duelo com o time sergipano fará com que os pernambucanos passem a torcer para que o Juazeirense, na quinta posição, com 16 pontos, não vença seu confronto diante do CSE, em Alagoas. Em caso de vitória do time baiano e empate do Santa, o desempate pode ocorrer no saldo de gols, que nesse momento o Tricolor leva vantagem (-1 a -4). Ciente do cenário, o meia Tarcísio destaca que cabe ao time do Recife fazer sua parte e entrar em campo determinada, pois enfrentará um adversário que, mesmo já classificado, deverá ser perigoso: - Estamos com a mentalidade que só os três pontos nos interessam, então vamos entrar com todo foco e concentração. Precisamos primeiro fazer a nossa parte e não ficar pensando no placar do outro jogo. O Lagarto já está classificado, mas isso não diminui em nada a dificuldade, até porque eles vão querer melhorar a campanha deles, que é importante nas fases seguintes. Temos qualidade para avançarmos também, mas teremos que nos impor, comandar as ações, nos defender muito bem e ter o máximo de precisão nas finalizações. Para Tarcísio, além do otimismo entre os companheiros, o Santa Cruz também terá no jogo um componente especial que poderá ajudar a conseguir a classificação. Decidindo a vaga dentro de casa, o meia acredita que a força que virá das arquibancadas pode influenciar positivamente na atuação do elenco tricolor: - Estamos muito confiantes até porque jogaremos em casa, ao lado do nosso torcedor, e tenho certeza que eles jogarão com a gente também. Contamos com o apoio deles que será fundamental. O torcedor coral produz uma atmosfera surreal, como poucas no Brasil. Eles serão com certeza nosso décimo segundo jogador, e isso nos fortalece imensamente para chegarmos na segunda fase do campeonato.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE