Polícia Militar Ambiental de BAtaypoã autua dono de sítio em R$ 5 mil por manter gado degradando área protegida de matas ciliares de córrego

| PMMS / EDNILSON PAULINO QUEIROZ


Policiais Militares Ambientais de Batayporã realizavam fiscalização ambiental nas propriedades rurais do município de Novo Horizonte do Sul ontem (8) e receberam denúncia de degradação de um manancial em uma propriedade rural. A equipe foi ao local e verificou que o proprietário de uma fazenda estava criando gado degradando matas ciliares de um córrego (Área Protegida de Preservação Permanente), que corta a propriedade.

Os Policiais perceberam que o gado pertencente ao denunciado estava pisoteando a área protegida, inclusive, dentro do córrego, causando processos erosivos de ravinas, afetando a área de vegetação ciliar e, causando assoreamento do córrego pelo carreamento do sedimento da área degradada. O infrator (62), residente em Novo Horizonte do Sul, foi notificado a remover o gado da área protegida e a recuperar e proteger a área de vegetação ciliar do córrego. Ele também foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 5.000,00 e também responderá por crime ambiental, com pena prevista de um a três anos de detenção.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL – PMMS - (Contato – TENENTE CORONEL EDNILSON PAULINO QUEIROZ) tel. – 3357-1500



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE