Juscelino Cabral solicita melhorias para o Centro de Especialidades Odontológicas

| CâMARA DOURADOS / ASSESSORIA


Vereador Juscelino Cabral fez várias indicações ao executivo municipal Foto: Valdenir Rodrigues/CMD

Durante a 21ª Sessão Ordinária da Câmara de Dourados, realizada nesta segunda-feira (27), dentre os requerimentos e indicações que o vereador Juscelino Cabral (PSDB) protocolou na Casa de Leis, destaca-se indicação ao prefeito Alan Guedes (PP) por meio da qual solicita a manutenção no CEO II (Centro de Especialidades Odontológicas), localizado na Vila Planalto.

Juscelino justifica que a população está indignada, pois há vários meses está sofrendo com a falta de manutenção no CEO, como limpeza, infiltração em todas as salas de atendimentos, telhas quebradas, sala de atendimento com os vidros da janela quebrados, sem contar que o local está com os atendimentos reduzidos por falta de materiais como luvas, papel higiênico e matérias básicos da saúde.

Menciona também a necessidade da realização de melhorias da Praça Rui Gomes, localizado na Vila Popular. Pede limpeza e manutenção de toda a área da praça, a pintura das edificações, reformas e restauração das grades e limpeza geral, bem como manutenção do parque infantil, “que traz alegrias para as crianças da comunidade”. Desta maneira será devolvida a opção de lazer à comunidade que ali frequentam, explica o vereador.

O parlamentar menciona ainda que na Escola Municipal Prof.ª Efantina de Quadros, no bairro Panambi Verá, existe a necessidade de manutenção nas infiltrações do prédio, que encontra-se comprometido.

“Não só tenho presenciado, como também tenho recebido cobranças por parte da população acerca da extrema urgência dessas reformas e manutenções, para o bem-estar da população desses bairros”, argumenta Juscelino.

O vereador protocolou ainda indicação solicitando melhorias quanto a logística final dos descartes dos galhos, diminuindo o tempo em que os resíduos ficam expostos e ainda atender às reinvindicações dos moradores do município. “Com isso evitaria riscos de incêndios no local, conforme relatos recebidos da comunidade”, finaliza.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE