Após título em Roland Garros, Nadal inicia novo tratamento para doença no pé

| GAZETA ESPORTIVA


O tenista espanhol Rafael Nadal, campeão de Roland Garros pela 14ª vez no último domingo, iniciou um novo tratamento para sua doença no pé esquerdo.

Nadal foi submetido a um 'tratamento de radiofrequência pulsada nos diferentes nervos envolvidos na área da lesão' em uma clínica em Barcelona, informou um porta-voz no tenista nesta quarta-feira. O procedimento faz com que os nervos que afetam a área da lesão fiquem dormentes.

O espanhol sofre há anos da síndrome de Müller-Weiss, uma doença degenerativa e incurável que se caracteriza pela deformação de um dos ossos do pé.

Nadal revelou que teve que jogar a final de Roland Garros com o pé anestesiado, algo que não está disposto a repetir nos próximos jogos. Em menos de três semanas, no próximo dia 27, começa Wimbledon, outro Grand Slam, em Londres.

'Estarei lá se meu corpo permitir. Wimbledon é uma prioridade, os Grand Slam são uma prioridade. Jogar com anti-inflamatórios, sim; com injeções de anestesia, não', afirmou o tenista ao ser perguntado se irá participar do major inglês.

O atual número quatro do mundo está em casa, em Mallorca, onde passará 'três ou quatro dias com atividade física normal de condicionamento'. 'Será depois, em função da evolução do tratamento e desde que este seja positivo, que ele retomará os treinamentos de quadra', explicou o porta-voz do tenista.

Não está descartado que Nadal realize 'um segundo tratamento dependendo da evolução na próxima semana', concluiu.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE