Com time reserva, Cuiabá vence River Plate-URU fora de casa pela Sul-Americana

Os dois gols da equipe brasileira foram marcados por André Luis; apesar de resultado, Dourado não tem mais chances de classificação

| LANCE! / FUTEBOL LATINO


André Luis fez os dois gols da vitória do Cuiabá (AssCom Dourado)

Sem chances de classificação às oitavas de final da Copa Sul-Americana, o Cuiabá atuou com uma formação reserva e conquistou sua segunda vitória no torneio na noite desta quarta-feira (18). Em Montevidéu, a equipe fez 2 a 1 no River Plate-URU, com dois gols de André Luis.  O triunfo deixou o Dourado na terceira posição do Grupo B, com seis pontos, enquanto o adversário é o lanterna, com apenas três.

DEFESAÇA E GOLAÇO ​ Depois de os uruguaios tentarem subirem as linhas de marcação nos primeiros minutos e até conseguirem colocar em dificuldade a saída de bola do Dourado, aos poucos o time dirigido por William Araújo foi encontrando os espaços e criou jogadas. No entanto, faltou efetividade para converter o maior número de finalizações em vantagem no placar. Porém, nos minutos finais, a partida ganhou bastante emoção quando Lavega, depois de limpar a marcação quase na pequena área, parou em uma intervenção espetacular de João Carlos. E, se na defesa o time cuiabano se segurar, a frente um lance de extrema inspiração abriu a contagem quando André Luis carregou a marcação de dois zagueiros e deu uma 'cavadinha' sobre o goleiro Ichazo, marcando um lindo gol em Montevidéu.   MUDANÇAS DE POSTURA Com a desvantagem no placar, Gustavo Díaz desmontou a linha de cinco defensores para ter maior volume de jogo com a entrada do experiente Chory Castro. Mas faltava aproveitar melhor o crescimento com finalizações que fizessem João Carlos trabalhar tanto ou mais do que foi feito na chance mais clara com Lavega. Tentando minimizar o ímpeto do adversário, o Cuiabá passou a se aproveitar mais tempo da posse, preferindo cadenciar a troca de passes e tentar jogadas de maior precisão do que apostar em saídas de contra-ataque com jogadas mais agudas, porém de maior necessidade em forçar o toque. ​ RETA FINAL MOVIMENTADA   Enquanto o time riverista parecia ter perdido força na busca pela igualdade, aos poucos o Cuiabá ia cada vez mais tomando conta do confronto, conseguindo uma excelente oportunidade de ampliar quando Lucas Marques dominou próximo a grande área e tocou para André Luis já dentro da área. Porém, na hora de concluir, o camisa 7 25 bateu de esquerda, rasteiro, e viu a pelota acertar a trave de Ichazo. Apesar do erro na melhor chance do tempo complementar, o time brasileiro soube administrar o resultado sem grandes sobressaltos e ainda encontrou espaço para ampliar quando Rafael Gava carregou até o lado direito da grande área e cruzou para André Luis tocar pro fundo das redes.  Antes do apito final, Clar ainda conseguiu diminuir o prejuízo charrúa depois de bola alçada na área onde ele recebeu de frente para a meta de João Carlos e bateu firme, no canto esquerdo de João Carlos. Porém, nada suficiente para evitar o revés como mandante.

FICHA TÉCNICA DA PARTIDA ​RIVER PLATE-URU 1 x 2 CUIABÁ Local: Estádio Centenario, em Montevidéu (URU) Data e hora: 18/05/2022 - 19h15 (de Brasília) Árbitro: Alex Cajas (EQU) Assistentes: Christian Lescano e Dennys Guerrero (EQU) ​Cartões amarelos: Nicolás Sosa, Nápoli (RIV); Guilherme Brandão (CUI) Cartões vermelhos: - GOLS: André Luis (43'/1°T e 44'/2°T) (0-2) e Clar (51'/2°T) (1-2) RIVER PLATE-URU (Técnico: Gustavo Díaz) Ichazo; Maxi Pereira, Aja (Clar, no intervalo), Salaberry, Brunelli e Nápoli (Affonso, aos 35'/2°T); Fonseca (Chory Castro, no intervalo), Montiel e Lavega (Ocampo, aos 18'/2°T); Nicolás Sosa (Thiago Borbas, aos 18'/2°T) e Pablo López. CUIABÁ (Técnico: William Araújo) João Carlos; Guilherme Brandão (Alexandre Melo, no intervalo), Joaquim, Ojeda e Igor Cariús; Kevin Osorio, Rafael Gava, Felipe Marques (Gustavo Nescau, aos 11'/2°T), Marquinhos e Lucas Moreira (Rikelme, aos 33'/2°T); André Luis. 



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE