Sem chapa inscrita, assembleia do Sinjorgran definirá novo prazo para candidaturas

| ASSESSORIA


Presidente Karine Segatto durante discurso contra a MP 905, ano passado, na Câmara de Vereadores de Dourados.Thiago Morais/CMD

O novo prazo para inscrição de chapas para as eleições do Sindicato dos Jornalistas Profissionais na Região da Grande Dourados (Sinjorgran) será definido na assembleia que será realizada às 19h30 desta terça-feira, por webconferência, com a participação dos filiados que estão quites com as obrigações estatutárias.

O edital de convocação da assembleia foi publicado na edição de quinta-feira (28) do Diário Oficial do Município, depois do prazo inicial de inscrição de chapas terminar na quarta-feira sem nenhuma candidatura.

De acordo com a atual presidenta, Karine Segatto, são vários os fatores que estão dificultando este ano a formação de uma chapa para as eleições de renovação da Diretoria, Conselho Fiscal, Comissão de Sindicância e de delegados à FENAJ. “O principal é o contexto da pandemia do novo coronavírus que enche de incertezas os jornalistas sobre o futuro dos seus empregos. Depois vem a própria falta de tempo para se dedicar às demandas sindicais, por causa do baixo salário que faz com que os profissionais tenham que atuar em dois lugares para aumentarem a renda e isso, por sua vez, eleva a jornada de trabalho para 10 horas diárias ou mais. No entanto, mesmo diante desses problemas, é grande a falta de conscientização sobre a importância de se dedicar ao sindicato e defender a coletividade, o que se reflete no pequeno número de filiados, aproximadamente 60 pessoas”, avalia Karine.

O processo eleitoral para a diretoria 2020-2023 do Sinjorgran foi iniciado em 22 de maio com a publicação do edital de convocação para assembleia geral ordinária na edição do jornal Diário MS, página 6 do Caderno de Classificados/Atos.

A nova diretoria precisa ter renovação de 50% dos membros. Entre os filiados que não podem concorrer estão: os aposentados, a menos que tenham retornado ao exercício profissional há mais de dois anos da data da eleição; os desempregados; os empregadores (pessoa jurídica) e; os associados com menos de 90 dias de exercício profissional.

O candidato precisa estar em dia com seus direitos estatutários, estar filiado a pelo menos 6 meses e preencher as demais condições de elegibilidade do estatuto, que pode ser acessado em: https://sinjorgranms.files.wordpress.com/…/estatuto-dos-jor…

 
.

A chapa deve indicar 20 membros, sendo sete na diretoria (presidente, vice, primeiro secretário, segundo secretário, tesoureiro, diretor de assistência social e diretor cultural e recreativo); conselho fiscal formado por três titulares e três suplentes; comissão de sindicância formada por três membros; delegação à Federação Nacional dos Jornalistas composta por dois titulares e dois suplentes. Historicamente tem havido consenso em torno da formação da chapa e o processo tem sido definido por aclamação.

SINJORGRAN
Fundado em 9 de dezembro de 1989, a jurisdição do Sinjorgran é sobre 25 Municípios localizados mais ao Sul de MS: Dourados, Itaporã, Fátima do Sul, Rio Brilhante, Maracaju, Caarapó, Ponta Porã, Amambai, Antônio João, Aral Moreira, Naviraí, Eldorado, Itaquiraí, Mundo Novo, Deodápolis, Iguatemi, Nova Andradina, Ivinhema, Gloria de Dourados, Angélica, Tacuru, Paranhos, Sete Quedas, Coronel Sapucaia e Bataiporã.

CONTATOS
Telefone 3422-5540
E-mail [email protected] e [email protected]
Blog: https://sinjorgranms.wordpress.com/

 

Redes sociais: @sinjorgran.dourados

Foto: Thiago Morais/CMD
Legenda: Presidente Karine Segatto durante discurso contra a MP 905, ano passado, na Câmara de Vereadores de Dourados



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE