Depois de 20 anos, medalhista nas Olimpíadas de Sidney recebe medalha de Prata

| ESPORTEMS


Atleta comemora com muita paciência a chegada da medalha (foto-assessoria)

Nas Olimpíadas de Sidney, em 2001, o Brasil foi medalhista de prata no atletismo, mas o atleta Cláudio Roberto de Sousa não recebeu a sua medalha. 20 anos depois, o COI entrou em contato com o Claudinho e irá enviar a tão esperada medalha. Feliz com a notícia, o velocista falou sobre o assunto e agradeceu a ajuda que recebeu neste processo.

“Estou muito feliz e agradecido a todos que se empenharam na solução desse problema. Acho que eu era o único medalhista olímpico sem medalha. É uma felicidade total. Recebi no domingo uma ligação do presidente do COB, Paulo Wanderlei. Ele me deu os parabéns pela medalha e por minha paciência. Todos que me conhecem sabem que sou tranquilo, sou passivo em relação a isso, mas graças a Deus essa passividade faz com que pessoas falem por mim. Agradeço especialmente ao Paulo Wanderley e ao Jorge Bichara, que lutaram pela medalha.'

A situação é complicada, pois Claudio era o substituto de um dos atletas do revezamento 4×100, e correu a prova eliminatória, vencida pelo Brasil. Na final, o corredor foi o titular, Claudinei Quirino, que recebeu a medalha de prata com os demais companheiros. Na época, o COI afirmou que a Claudio receberia a sua também, mas isso não aconteceu ainda. Após inúmeros pedidos e conversas do Comitê Olímpico Brasileiro, o prêmio enfim será entregue. Paulo Wanderley, presidente do COB, comentou sobre a vitória brasileira: “Vamos reparar uma injustiça histórica. Sempre o consideramos medalhista olímpico, mas faltava ao Cláudio receber a medalha que lhe é de direito. Sua participação naquele revezamento foi fundamental para o Brasil chegar à decisão e depois conquistar a medalha de prata'.

Com gazetaesportiva/assessoria 



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE