Servidor da Sesai usava veículo oficial para trazer maconha do Paraguai

| DOURADOSNEWS / DA REDAçãO


Camionete com adesivo do Governo Federal que era usada pelo traficante. - Crédito: (Deco)

Um servidor público federal da Sesai (Secretaria Especial de Saúde Indígena) de 54 anos, foi preso na noite desta terça-feira, dia 26 de maio, com 300 quilos de maconha no distrito de Anhandui, em Campo Grande. O suspeito, que há 30 anos atua no órgão, utilizava uma cami nhonete oficial, uma Mitsibishi L-200 Triton, para trazer a droga semanalmente do Paraguai até a Capital.

Segundo o site Campo Grande News, os tabletes de maconha apreendidos estavam dentro de caixas de isopor encontrados na carroceria do veículo. Conforme a Deco (Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado) toda semana o servidor se deslocava de Campo Grande para prestar atendimento de saúde nas comunidades indígenas da região de Dourados.

Cada estada no município durava uma semana, período em que o traficante aproveitava para ir durante a tarde até a cidade paraguaia de Pedro Juan Cabalero, na divisa com Ponta Porã, buscar a droga.

Lá, ele carregava a maconha e imediatamente a levava até a Capital e a descarregava. Em seguida o servidor retornava para cumprir suas atividades ligadas ao órgão, sem chamar a atenção. O suspeito trafegava com facilidade pelas rodovias do Estado, sem ser abordado ou muito menos levantar suspeitas sobre o crime, por estar utilizando um veículo oficial com a identificação do Governo Federal.

A Deco ainda está investigando há quanto tempo ele traficava as drogas e em quais endereços ele as descarregava em Campo Grande. Diante do flagrante o servidor foi encaminhado para a sede da Polícia Federal da Capital.