Alunos da Escola SESI Maracaju fazem gamificação do currículo da rede municipal

| ASSESSORIA/FIEMS


Foto: Divulgação

Os alunos da Escola SESI Maracaju elaboraram uma gamificação com a grade de conteúdo das escolas municipais da cidade, com o objetivo de amenizar os impactos educacionais sofridos pelos estudantes da rede pública durante a pandemia. O método de gamificação é o uso de técnicas de jogo adaptadas ao contexto educacional.

Após uma discussão sobre o tema da redação “Os desafios do EAD no processo de ensino em períodos de pandemia”, os alunos do 7º Ano do Ensino Fundamental da Escola SESI relataram histórias sobre as dificuldades que seus colegas do ensino público enfrentam durante a pandemia. A partir disso, os estudantes se uniram para criar uma solução básica ao problema. Por meio de orientação pedagógica, a classe elaborou jogos no Power Point com base no currículo da rede municipal de Maracaju.

Os alunos da Escola SESI apresentaram o projeto para diretores escolares e para servidores da Secretaria Municipal de Educação, no intuito de colocá-lo em prática nas salas de aula. A secretária de educação Carolina de Lima Ferreira Souza esteve presente na apresentação e valorizou a importância do projeto. “Fiquei imensamente feliz com o projeto, pois os alunos se colocaram no lugar dos alunos da rede municipal. Será um projeto lembrado por anos, agora no momento talvez eles não tenham noção da importância do projeto, mas futuramente quando estiverem adultos vão ter orgulho e lembrarão com muito carinho. Eu, como secretária de educação, fico imensamente agradecida”.

O professor de redação Willian Junior Belo Lemes elogiou a criatividade dos alunos com recursos simples. “Os alunos conseguiram fazer algo que a educação deveria estar focada, que é a preocupação com o próximo, pois somente pensando no próximo poderemos ter cidadãos melhores e, principalmente, um país muito melhor”.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE