Ceará vence o Cuiabá por 1 a 0 e ganha posições no Brasileirão

Na Arena Castelão, Vozão venceu com gol de Messias e aumenta para quatro a sequência de jogos invicto

| ASSESSORIA/CBF


Jogadores do Ceará comemoram o gol da vitória - Foto: Kely Pereira/AGIF

Triunfo do Vozão pela 30ª rodada do Brasileirão Assaí. Em jogo realizado na Arena Castelão, em Fortaleza, neste domingo (7), o Ceará bateu o Cuiabá por 1 a 0. O gol da vitória foi assinalado pelo zagueiro Messias, no início da segunda etapa.

Na tabela, o Ceará soma agora 39 pontos e sobe para 10º. O Cuiabá permanece uma posição acima, com o mesmo número de pontos, mas à frente nos critérios de desempate.

O jogo

O Vozão teve o domínio territorial da partida no primeiro tempo. Terminou com mais posse de bola e com quantidade de finalizações superior ao Dourado. Aos quatro minutos, o Ceará chegou pela primeira vez em pancada de Fernando Sobral, de fora da área, que saiu sobre o gol. Na altura dos 22, Vina recebeu, arriscou o chute de primeira, mas a bola saiu à direita do gol.

A pressão alvinegra seguiu. Na marca dos 24, Mendoza aproveitou um chute cruzado de Igor, desviou de cabeça, mas a finalização foi para fora. Já aos 31, Jael cabeceou com perigo após cobrança de escanteio, mas a bola saiu pela linha de fundo. O Vozão seguiu criando oportunidades, mas não conseguiu ir às redes. Por outro lado, o Cuiabá não conseguiu sair da pressão adversária, entretanto dificultou as finalizações e o placar foi zerado para o intervalo.

O volume de jogo do time cearense seguiu no início da segunda etapa, porém, diferente dos minutos iniciais, o Ceará conseguiu marcar. Na altura dos dois minutos, Vina cobrou o escanteio, Messias subiu, tocou firme de cabeça e estufou as redes do Dourado, inaugurando o placar no Castelão.

Mesmo em vantagem, o Alvinegro não diminuiu o ritmo e seguiu criando oportunidades. O Cuiabá tentou subir suas linhas, mas teve dificuldades em criar, infiltrar na defesa adversária e pouco ameaçou a meta de João Ricardo. Na marca dos 36, o Ceará teve a chance de ampliar, em cobrança de pênalti de Cléber, mas Walter operou grande defesa e evitou. O Vozão seguiu criando, o Dourado não conseguiu oferecer muito perigo e o placar se manteve.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE