No aniversário de MS, FIEMS faz balanço de ações que contribuíram para retomada das atividades

| ASSESSORIA/FIEMS


Foto: Divulgação

Mato Grosso do Sul comemora 44 anos nesta segunda-feira, 11. Em um ano ainda atípico devido à pandemia do coronavírus, a data é marcada pelos bons números da vacinação contra a covid-19, pela retomada das atividades econômicas e a volta quase total à normalidade, apesar de os cuidados com a biossegurança ainda serem obrigatórios, como o uso de máscaras e álcool em gel.

Nesse contexto, as ações da FIEMS no apoio ao combate à pandemia foram fundamentais para que o Estado hoje possa celebrar seu aniversário com os números de casos de covid-19 caindo, ao mesmo tempo em que cresce o número de pessoas imunizadas contra o coronavírus. Segundo o último balanço do governo do Estado, 59,68% da população de Mato Grosso do Sul já está com o esquema vacinal completo.

Na avaliação do presidente da FIEMS, Sérgio Longen, a indústria avança e é papel do Sistema Indústria, por meio do SESI e do SENAI, atender as demandas regionais. “Realizamos ações integradas com grandes parceiros, como a Energisa, e trouxemos ações para todo o Estado trazendo suporte para que pudéssemos atingir a tão sonhada imunidade coletiva, além de conseguir controlar os números de casos de covid-19. Isso foi fundamental para garantir a retomada da economia e a manutenção de empregos”.

Ações de combate à covid-19 promovidas pelo Sistema FIEMS

Entre as ações encabeçadas pela FIEMS só em 2021, merecem destaque a cedência do Centro de Convenções e Exposições Albano Franco, localizado na Avenida Mato Grosso, em Campo Grande (MS), para a instalação de um drive-thru de vacinação. Até o momento, só no espaço, já foram aplicadas 144.401 doses do imunizante contra a covid-19.

Além disso, a Federação das Indústrias também apoiou a instalação do drive-thru de vacinação em Dourados e disponibilizou testes de antígeno para diagnóstico da covid-19 em Campo Grande, Dourados e Corumbá. No total, foram disponibilizados mais de 30 mil testes, além da parceria com o Sebrae/MS para levar testes para mais municípios do Estado por meio do programa Cidade Empreendedora.

Em paralelo a essas ações, o SENAI retomou a manutenção de respiradores hospitalares que estavam estragados e o SESI deu continuidade às consultorias de biossegurança com o objetivo de garantir o funcionamento das empresas abertas e, com isso, a manutenção dos empregos em Mato Grosso do Sul.

A FIEMS também coordenou no Estado, em parceria com a Energisa, o movimento Unidos Pela Vacina, que envolve lideranças empresariais e entidades do setor privado com o objetivo de tornar viável a vacinação de todos os brasileiros. Todos os 79 municípios de Mato Grosso do Sul foram beneficiados com doações de insumos necessários para garantir o ato vacinal.

A Federação das Indústrias ainda forneceu para a Sesau (Secretaria de Saúde do Município de Campo Grande), dez cilindros de oxigênio para serem usados em pacientes com covid-19 e outros problemas respiratórios que demandam suporte de ventilação mecânica e doou 110 capacetes elmo ao governo do Estado e prefeituras.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE