Polícia investiga ameaça a candidato da oposição na fronteira

| DOURADOSNEWS / DA REDAçãO


O candidato da ANR (Associação Nacional Republicana), Marcial Lezcano Paredes, à prefeitura de Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia que faz fronteira com Ponta Porã, em Mato Grosso do Sul, disse ter sofrido ameaças de morte nesta sexta-feira, dia 08 de outubro. O caso é investigado pela Polícia Nacional.

Segundo informações apuradas até o momento, uma irmã do candidato, teria recebido um telefonema. Lezcano, que já foi vereador em Pedro Juan Caballero e deputado, é um dos opositores a José Carlos Acevedo, PLRA (partido Liberal Radical Auténtico), que tenta o quarto mandato.

Os outros dois candidatos são Charlie Fernandez, do PCN (Partido da Cruzada Nacional) e Armando Villalba Vilamaior, que concorre pelo Partido da União Nacional. Pelo sistema eleitoral paraguaio, o cargo de intendente (prefeito) não tem vice. Nas eleições municipais que acontecem neste domingo (10) em todas as cidades paraguaias, os eleitores também estarão escolhendo os representantes para as câmaras municipais. Em Pedro Juan Caballero 12 vagas estão em disputa.

Tensão

Do lado brasileiro o clima político também está tenso. O vereador Farid Afif (integrante do então partido DEM, que se transformou no União Brasil) foi executado a tiros no Centro de Ponta Porã, no início da noite desta sexta-feira (08).

De acordo com informações, o vereador de Ponta Porã, que era líder do prefeito Hélio Peluffo (PSDB), estava na frente de uma concessionária de veículos no momento em que foi assassinado. Segundo testemunhas, o pistoleiro chegou em uma motocicleta, cometeu o crime e fugiu.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE