Leia Coluna do Jonas desta terça, 07

| REDAçãO


Jonas Alves da Silva (Silva Junior) - Divulgação

Terça-feira, 7 de Setembro  2021 - Dia da Independência do Brasil - 7 de Setembro. Dia de Santa Regina. Dia de São Clodoaldo.

Pensamento: "Na juventude deve-se acumular o saber. Na velhice fazer uso dele."

Musica: Por você – Frejat – Por Mateus Gnuztman (https://www.youtube.com/watch?v=-aOal0a3OPU)

Niver: Laurinda Fernandes Pais, João Luiz Garcia, Clara Dantas, Claudete Silva, Lucas Gaia, Carlos Magno Louveira Renovato - Ensina-nos a contar os nossos dias, de tal maneira que alcancemos corações sábios. Salmos 90:12

Brasil dividido

Os 199 anos da Independência do Brasil serão comemorados, hoje, com a população dividida, por conta de posicionamentos políticos envolvendo governistas e oposicionistas.

Vamos torcer para que as manifestações sejam realizadas dentro de um clima democrático e de respeito às instituições públicas e ao próprio povo brasileiro. Radicalismo, de um ladou ou de outro, não leva à nada. Aliás, só mancha a história de nosso País.

Manifestações

As manifestações em defesa do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) marcadas para hoje (Dia da Independência) devem ditar os rumos da crise institucional em curso e podem dar novas sinalizações para a disputa sucessória de 2022.

Movimentos simpáticos ao mandatário mobilizam apoiadores para ocuparem as ruas das maiores cidades do país com um discurso de enfrentamento ao Supremo Tribunal Federal (STF), ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), à imprensa e à oposição, em um redesenho da postura “antiestablishment” encarnada por Bolsonaro desde as eleições de 2018, divulgou o site InfoMoney.

Palavras de ordem

A narrativa em defesa de pautas conservadoras, valores cristãos e da “família tradicional” também deve marcar forte presença nos atos.

A ela deverão se somar palavras de ordem pela “liberdade de expressão”, em meio a reveses enfrentados por aliados no Poder Judiciário.

Ingredientes

O evento busca reunir diversos grupos que compuseram a coalizão que alçou Bolsonaro à presidência.

A expectativa é que estejam presentes evangélicos, ruralistas, caminhoneiros e até policiais e militares ‒ ingredientes adicionais de tensão política.

"Insurrreição"

Um documento assinado por mais de 150 parlamentares, ministros e ex-presidentes de 26 países e publicado ontem (6), afirma que os protestos convocados pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para o dia 7 de setembro representam uma “insurreição” que colocará “em risco a democracia no Brasil”, publicou a revista Veja, desta semana.

“Nos, representantes eleitos e líderes de todo o mundo, soamos o alarme: em 7 de setembro de 2021, uma possível insurreição colocará em risco a democracia no Brasil”, diz a, carta coordenada pela rede global Progressive International.

Teste de Segurança

Desde 2009, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) convida a sociedade para tentar quebrar camadas de proteção do voto eletrônico. É o Teste Público de Segurança (TPS) do Sistema Eletrônico de Votação, evento que acontece preferencialmente em anos não eleitorais com o objetivo de tornar os hardwares e os softwares da urna mais seguros para a próxima eleição.

Saiba como a primeira edição do TPS, realizada de 10 a 13 de novembro de 2009, contribuiu para a evolução do sistema eleitoral brasileiro:

Achados

No TPS 2009, um dos investigadores tentou violar o sigilo do voto usando um aparelho de rádio para captar o sinal emitido pelo teclado da urna enquanto a eleitora ou o eleitor digita o número do candidato.

Contudo, apenas uma tecla foi corretamente identificada pelo equipamento do especialista, que precisou ser posicionado a cinco centímetros da urna eletrônica, uma distância que tornaria o ataque inviável, uma vez que o coletor de votos fica isolado e sob vigilância durante todo o pleito.

Arquivo rejeitado

Também houve a tentativa de modificar e introduzir um arquivo na mídia de votação usada nas seções eleitorais.

Mas os mecanismos de assinatura digital e criptografia da urna eletrônica não só detectaram como também rejeitaram o arquivo adulterado.

Evoluções

Nenhum dos planos de ataque foi bem-sucedido na intenção de mudar a destinação dos votos nem de violar o sigilo da votação. Além de mostrar a força dos mecanismos de criptografia e assinatura digital, a primeira edição do TPS também sinalizou uma oportunidade de melhoria.

Para proteger a confidencialidade do voto, o TSE passou a cifrar a comunicação entre o teclado do eleitor e a placa-mãe da urna eletrônica.

Pioneirismo

Outros países como os Estados Unidos e a Suíça também têm versões do TPS. Para se ter ideia do pioneirismo brasileiro, as duas nações só começaram a organizar encontros com o intuito de testar seus sistemas eleitorais a partir de 2017 e 2019, respectivamente.

Para mais informações sobre o Teste Público de Segurança, acesse www.justicaeleitoral.jus.br/tps/.

 Telefones úteis em Dourados

Quantas vezes a gente já precisou fazer uma ligação de emergência, mas não lembrou ou não sabia o número do telefone. Pensando nisso, a Gazeta MS publica alguns números que, se for preciso, serão facilmente encontrado.

Anota aí:

Polícia Militar: 190

Bombeiros: 193

Guarda Municipal: 199 e 153

Polícia Rodoviária Federal (PRF): 191

Polícia Rodoviária Estadual (PRE): 198

SAMU: 192        

Polícia Civil - SIG (67) 3411-8080

Aeroporto (67) 3411-7936

Utilidade Publica

O DOF mantém um canal aberto direto com o cidadão para tirar dúvidas, receber reclamações e denúncias anônimas, através do telefone 0800 647-6300. Não precisa se identificar e, a ligação, será mantida em absoluto sigilo. O serviço funciona 24 horas por dia, sete dias por semana.
Logo publicaremos outros números de emergência. 

[email protected] 



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE