Começo de setembro tem redução de 36% no número de casos de Covid em relação a agosto

| GOVMS / LGOMES


O começo do mês de setembro mostra uma redução de 36% no número de casos de Covid-19 no Estado, em comparação com o mesmo período de agosto. Esta queda também aparece nos dados sobre internação de pacientes e ocupação de leitos de UTI SUS nas quatro macrorregiões do Estado.

Até o dia 3 de setembro foram 894 ocorrências confirmadas do vírus, enquanto que no mesmo período de agosto, tinha sido registrado 1.411 casos. Para os especialistas este cenário de diminuição em Mato Grosso do Sul tem relação direta com o aumento da vacinação no Estado.

Os dados do boletim divulgado pela SES (Secretaria Estadual de Saúde) mostram que neste começo de setembro existem 247 pacientes internados por Covid nos hospitais do Estado, enquanto em agosto eram 507, ou seja, uma redução de 51% nas internações.

Já em relação as mortes, também existe um leve recuo com 7 neste começo de setembro e 10 no mesmo período de agosto. Outra medida importante é a taxa de contágio que segue abaixo de 0,90 desde 15 de julho, o que mostra tendência de estabilidade na transmissão do vírus dentro do Estado.

Vacinação

Mato Grosso do Sul segue como destaque na vacinação nacional, estando nas primeiras colocações do ranking entre os estados na aplicação da primeira e segunda dose. Um dos fatores é a distribuição dos imunizantes em menos de 12 horas nos 79 municípios, assim que chega ao Estado.

No Estado a vacinação já chegou ao menos em primeira dose a 73% da população. Se levar em conta o público adulto este percentual chega a 92%. Nesta faixa etária a imunização completa (segunda dose e dose única) chegou a 61%. Ao todo já foram aplicadas 3.133.294 doses em Mato Grosso do Sul.

O governador Reinaldo Azambuja desde o início da vacinação no Estado, em janeiro de 2021, incentivou os municípios a realizar “multirões' de vacinação, com o lema “vacina no braço e não na geladeira'. Também pediu que a população tomasse a segunda dose quando chegasse sua vez nos calendários definidos nas cidades.

Leonardo Rocha, Subcom

Foto Capa : Edemir Rodrigues



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE