FIEMS prestigia inauguração de nova unidade do Sebrae no bairro Nova Lima

| ASSESSORIA/FIEMS


Foto: Divulgação

O presidente da FIEMS (Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso do Sul) destacou nesta sexta-feira, 3, a importância da parceria do Sistema Indústria com o Sebrae (Serviço Brasileiro de Atendimento às Micro e Pequenas Indústrias) no Estado com ações focadas no desenvolvimento de Mato Grosso do Sul e que alavancam as melhorias dos negócios. Sérgio Longen participou da primeira reunião entre gestores e autoridades do setor produtivo na nova unidade, que fica no bairro Nova Lima. 

Na solenidade de abertura da unidade, a FIEMS foi representada também pelo vice-presidente regional da FIEMS, Luiz Claudio Fornari, que  reforçou que a atuação em colaboração com o Sebrae contribui para impulsionar o crescimento econômico de Mato Grosso do Sul e o quanto esse espaço será importante para o desenvolvimento local. “O Sebrae tem colaborado com uma diretoria extremamente ativa, agora saindo do centro para os bairros preparando esse ambiente para o empreendedor. Esse passo é mais uma demonstração de que a união dos setores de produção tem contribuído muito para o Estado ter ocupado o lugar de destaque que ocupa hoje”.

Na avaliação do superintendente do Sebrae em Mato Grosso do Sul, Claudio Mendonça, os projetos em conjunto estão fomentando muito a capacitação do setor produtivo, um exemplo, também apresentado durante a inauguração da nova unidade é o programa Cidade Empreendedora. “Estamos mais próximos da população, melhorando a vida das pessoas por meio da qualificação”.

Presente no ato, a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina Corrêa da Costa, enfatizou que, especialmente na pandemia, os desafios aumentaram muito, e as instituições que representam o setor produtivo têm contribuído muito para o desenvolvimento dos municípios. “Tenho certeza que muitas coisas boas vão sair daqui dessa nova unidade. As instituições que fomentam o setor produtivo no Estado são parceiras importantes do ministério da agricultura, tenho muito orgulho do trabalho que está sendo feito aqui”.

Quem também enalteceu o trabalho realizado no estado foi o diretor técnico do Sebrae nacional, Bruno Quick, que veio especialmente para a inauguração da nova unidade. “Isso aqui é exemplar e pretendemos levar esse modelo para o Brasil inteiro. Estou satisfeito com a cidade e com o trabalho realizado aqui, tanto pelo Sebrae como pelas instituições parceiras, é assim que se constrói um país”.

Atendimento descentralizado em Campo Grande

O bairro Nova Lima é um dos mais populosos de Campo Grande, e tem, ainda, cerca de 10 mil comerciantes. Por esse motivo, foi o primeiro a receber o posto descentralizado do Sebrae. A intenção é integrar a estratégia de descentralização do atendimento em direção aos bairros, que apresentam uma dinâmica própria de comércio e relevante densidade empresarial. Nos próximos meses, será lançada outra unidade, no Aero Rancho.

O espaço terá o mesmo atendimento oferecido na sede do Sebrae, localizada na Avenida Mato Grosso, como procedimentos do microempreendedor individual (MEI), atendimento empresarial e capacitação. Além disso, o empreendedor poderá utilizar a estrutura de forma gratuita, mediante agendamento prévio.

No Estado existem unidades do Sebrae em Bonito, Coxim, Dourados e Três Lagoas. A rede de atendimento aos empreendedores também é formada pelas salas do empreendedor dos municípios, estando presente em praticamente 100% dos 79 municípios sul-mato-grossenses.

FIEMS é parceira no programa Cidade Empreendedora

A FIEMS é parceira do Sebrae no programa cidade empreendedora, que está levando capacitação para 22 municípios. São sete carretas equipadas com maquinários de ponta que irão percorrer as cidades e disponibilizar para os interessados 36 opções de cursos em áreas diferentes definidas conforme as demandas de cada região. O diretor regional do SENAI, Rodolpho Mangialardo, também presente na inauguração da nova unidade do Sebrae a importância desse projeto. “ Até o próximo ano, a meta é capacitar mais de 8 mil pessoas e prepará-las para atuar no mercado de trabalho, atendendo as necessidades de cada cidade por onde o programa passar”.

Por meio da ação, as unidades móveis permanecerão em cada cidade de acordo com um cronograma estabelecido em parceria com as prefeituras de Amambai, Bandeirantes, Camapuã, Chapadão do Sul, Corumbá, Costa Rica, Dourados, Inocência, Jaraguari, Jardim, Maracaju, Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina, Novo Horizonte do Sul, Paraíso das Águas, Porto Murtinho, Ribas do Rio Pardo, Rio Brilhante, Rio Verde de Mato Grosso, Selvíria, Sonora e Terenos.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE