Pavimentação da MS-455 é esperança para produtores que se viam ‘esquecidos’

| GOVMS / JSANTANA


“Era um lugar que estava esquecido, que as pessoas falavam que ninguém produzia nada, mas graças a Deus isso está mudando'. Essa é a afirmação do presidente da Associação dos Pequenos Produtores da Gameleira, Jandersom Candido, de 46 anos, sobre os recentes investimentos do Governo do Estado na região da Gameleira.

Aproximadamente 75 famílias de pequenos produtores moram na região beneficiada com a pavimentação de 3,3 quilômetros da MS-455, conhecida como a estrada da Gameleira, que liga Campo Grande ao distrito de Sidrolândia,

Capão Seco. Janderson produz queijo e detalha a diversidade da produção na Gameleira que abrange suinocultura, engorda de bezerro, lavouras de milho e soja, hortifruti e eucalipto, entre outros. “O produto nosso aqui as vezes as pessoas vão longe buscar. Nós produzindo aqui as vezes é mais fácil de chegar na cidade', afirmou.

A pavimentação da MS-455 impulsionará o escoamento da produção, segundo avaliação de Jurandir Carvalho, produtor de leite. Para ele, a pavimentação, além de diminuir o tempo da viagem a até a área urbana da cidade, evita gastos extras com conserto de carros que estragam com frequência por causa da situação das estradas. “Nós já passamos uns mal bocados na questão de a gente escoar nosso produto. Quando acha que tem um ganho, tem que ir na oficina arrumar o carro. Não tem como colocar no produto essas despesas', disse.

Jurandir complementa que a situação das estradas faz com que os próprios clientes não voltem para comprar lá. “Não compensa para ele também, mesmo oferecendo um produto barato, não compensa por conta da estrada. Vai ver que vai ter também manutenção do carro', disse.

Demanda antiga da população, parte da MS-455 será pavimentada. Serão 3,3 quilômetros de asfalto com investimento R$ 5,8 milhões. O Governo do Estado também investiu R$ 2 milhões no cascalhamento da rodovia. O governador Reinaldo Azambuja destaca que melhorar o escoamento é investir na agricultura familiar, garantindo desenvolvimento e renda, além de alimento de boa qualidade na mesa da população. 'A pavimentação da MS-455 mostra que o Governo do Estado está atento às necessidades dos pequenos produtores que contribuem muito com o abastecimento em Campo Grande, garantindo que o que é produzido na zona rural chegue com mais frequência à mesa de quem mora na zona urbana', disse.  Para o secretário de Infraestrutura, Eduardo Riedel, a viabilização desta rodovia vai auxiliar o desenvolvimento dos produtores locais. 'É mais do que uma pavimentação, é a estruturação para esses produtores, seja na aquisição de insumos, seja na venda de seus produtos, é economia na atividade e gerar mais oportunidades'.

Outro investimento recente do Governo do Estado que presenteia produtores rurais da Capital é a construção da ponte sobre o Ribeirão das Botas, na CG-150, a estrada do Parque do laçador, na saída para Ribas do Rio Pardo. A ponte ficou pronta recentemente e o investimento na obra foi de R$ 726 mil.

O presidente do Sindicato Rural de Campo Grande, Alessandro Coelho, considera de extrema importância os investimentos. “A pavimentação da MS-455 é uma demanda antiga da classe produtora. Por ali, centenas de produtores rurais passam todos os dias levando insumos, maquinário para o desenvolvimento da produção e outros voltam para a cidade para comercializar. Uma série de assentados dependem dessa via, e agora terão mais segurança no transporte de frutas e verduras até às feiras urbanas e até a Ceasa. Além da segurança, a pavimentação da MS-455, assim como a ponte da estrada CG-150, que dá acesso ao Parque do Laçador, poderá trazer investimentos, uma vez que estradas em boa qualidade atraem tráfego, valorizam as terras da região e facilitam a vida dos produtores', disse.

Joilson Francelino, Subcom

Fotos: Edemir Rodrigues 



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE