Botafogo vence o Brasil-RS e se reaproxima do G-4

| REDAçãO FOGãONET


Carli comemou o gol da vitória do Botafogo Foto: Vitor Silva/Botafogo

Com gol de Carli, titular pela primeira vez desde seu retorno, o Botafogo fez o dever de casa, derrotou o lanterna Brasil-RS por 1 a 0 na noite deste domingo, no Estádio Nilton Santos, e se reaproximou do G-4 da Série B. O Glorioso foi a 28 pontos, na oitava posição, reduzindo a distância para a zona de acesso para apenas dois pontos.

O Botafogo começou o jogo encontrando muitas dificuldades para criar, até mesmo pela postura do Brasil-RS, de cometer muitas faltas e tentar sair para o jogo também. A primeira boa oportunidade do Glorioso saiu aos 14: Chay rolou para Rafael Navarro, que limpou Leandro Camilo e chutou, sendo bloqueado por Denilson.

Aos poucos, o Brasil-RS não conseguia mais fechar os espaços com a mesma efetividade e o Botafogo foi ganhando terreno. E, numa jogada bem encaixada, conseguiu sair na frente: Luís Oyama achou Pedro Castro na frente, o camisa 33 enfiou para Rafael Navarro, que rolou no meio da área para o capitão Joel Carli, como um legítimo centroavante, escorar para as redes: 1 a 0.

No segundo tempo, o Botafogo teve mais espaços para atacar e poderia rapidamente ter construído uma vantagem maior, mas acabou sendo muito prejudicado pela arbitragem. O árbitro Thiago Luis Scarascati (SP) não marcou dois pênaltis claros e deixou de expulsar Arthur Henrique, que puxou Diego Gonçalves quando partia livre em direção ao gol.

O placar apertado acabou deixando o jogo perigoso desnecessariamente, o Brasil-RS foi para o tudo ou nada – já que precisava ganhar para tentar sair da lanterna -, mas o Botafogo conseguiu manter o resultado e conquistar mais três pontos muito importantes para não se desgarrar da briga pelo acesso.

Próximos jogos do Botafogo
O Botafogo fecha o primeiro turno da Série B já na próxima quarta-feira contra o Guarani, às 19h, no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas. Depois, no domingo, recebe o Vila Nova, às 11h, no Estádio Nilton Santos, pela 20ª rodada, já com o VAR presente.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE