Estado recebe mais de 93 mil doses de vacina contra a Covid nesta segunda

| RODSON LIMA, SES


Foto: Divulgação

O Governo do Estado recebe do Ministério da Saúde nesta segunda-feira (16) novas remessas de vacina contra a Covid-19 com 93.320 doses. Os imunizantes chegam em dois horários diferentes: as 53.820 doses da Pfizer chegam às 7h05 no voo LA-3151. Já as 39.500 doses de Astrazeneca chegam às 18h05 no voo AD-2700. Os dois lotes desembarcam no Aeroporto Internacional de Campo Grande.

Segundo o Secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, das 53.820 doses da Pfizer, 32.760 doses da Pfizer serão empregadas como segunda dose pelos 79 municípios. “O restante, 21.060 doses de vacinas da Pfizer será utilizada como primeira dose (D1), para a vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos de idade, com ou sem comorbidades, em ordem decrescente de idade, iniciando pelos que tenham 17 anos”.

Já o quantitativo de 39.500 doses de vacinas da Astrazeneca será empregado pelos 79 municípios, como segunda dose (D2), para dar continuidade ao ciclo vacinal de indivíduos vacinados com a primeira dose (D1).

O quantitativo para cada município será publicado por meio da Resolução Ad Referendum Nº 182/CIB/SES, no Diário Oficial desta segunda-feira (16). Os municípios farão as retiradas das 93.320 doses na próxima terça-feira (17), a partir das 7h30, na CEVE.

Entrega das 70.610 dose

A partir das 7h30, desta segunda-feira (16), a Secretaria de Estado de Saúde entrega aos 79 municípios as 70.610, sendo 26.150 doses de Coronavac e 44.460 doses de Pfizer que chegaram no último sábado (14).

Segundo a Resolução Ad Referendum Nº 181/CIB/SES, que será publicada no Diário Oficial desta segunda-feira (16.08), o quantitativo de 26.150 doses de vacinas da Coronavac e mais 9.156 doses de vacinas da Pfizer serão empregados pelos municípios como primeira dose (D1), para a vacinação de indivíduos acima de 18 anos de idade, por ainda possuírem população vacinável nessa faixa etária.

Já o quantitativo de 35.304 doses de vacinas da Pfizer será empregado pelos 79 municípios, como primeira dose (D1), para a vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos de idade, devendo nesta remessa realizar naqueles que tenham entre 16 anos a 17 anos, 11 meses e 29 dias de idade, com ou sem comorbidades.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE