Evento online sobre luto e criação artística acontece hoje pelo Ciclo de Conferências da Unicamp

| FOLHA DE DOURADOS


O “Ciclo de Conferências Luto & Linguagem” do grupo de pesquisa PsiPolis: Psicanálise, Política, Significante, da Unicamp, convida para o evento:

“Arte e Luto: criação artística na Pandemia” com fala da atriz, diretora e preparadora de atores Estrela Straus e da atriz, artista, psicanalista e psicóloga Rebecca Loise douradense sobre o trabalho artístico realizado por elas, durante a pandemia, com a exibição de seus solos.

O evento será gratuito e transmitido pelo YouTube com coordenações de Lauro Baldini, Valéria Motta, Thales Medeiros.

Informações:

• Palestra: “Arte e luto: criação artística na pandemia” + exibição dos solos “Mãe, eu sobrevivi!!!” (com atuação de Estrela Straus e direção de Nelson Baskerville) e “Quem nasceu?” (com atuação de Rebecca Loise e direção de Estrela Straus).

• Data: 06/08/21

• Horário: às 19h30 (SP) 18h30 (MS)

• Inscrição pelo link: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfARAvyNvbvBdsVG-yFj2LlM64e8besGFjL5kaQ3b2-7SI67g/viewform

• Sobre o grupo de pesquisa:

PsiPolis – Psicanálise, Política e Significante – é um grupo de pesquisa CNPQ inserido no Departamento de Linguística do Instituto de Estudos da Linguagem da UNICAMP. O grupo congrega pesquisadores inscritos no domínio da Análise de Discurso e da Psicanálise, sustentados em uma posição materialista sobre o funcionamento da linguagem e das línguas em sua relação com a dimensão da história e do inconsciente. O objetivo do PsiPolis é produzir reflexões tendo como base em duas formulações: a primeira do campo da Análise de Discurso, de Michel Pêcheux: “Há um real da língua. Há um real da história. Há um real do inconsciente”; a segunda vem de Lacan, quando afirma: “O inconsciente é a política”. Essas duas formulações não se completam, mas se roçam, se tensionam, se questionam uma à outra, e colocam em fricção Marx, Freud, Saussure, e seus leitores. É coordenado por Lauro José Siqueira e Thales Medeiros. Instagram: @psipolis.iel_unicamp

Sobre Estrela Straus: Atriz, diretora, professora e preparadora de atores. Formou-se no Lee Strasberg Institute em Nova York. Em São Paulo, é formada no Teatro Escola Célia Helena – onde também foi professora de interpretação – e estudou no CPT de Antunes Filho. Trabalha como atriz desde os 16 anos em TV, teatro e cinema. Estudou cinema na EICTV(Cuba) e na Universidad del Cine (Argentina). Em Buenos Aires estudou com dois mestres da tradição stanislavskiana Argentina: Augusto Fernandes e Agustin Alezzo. Dirigiu os curta metragens Fim e My favourite things ou Liberdade e as peças Vanities em Nova York, Fracture em Berlim e a peça online Olhei pro Buraco e era um olho mágico. Como preparadora de elenco trabalhou em diversas produções do audiovisual brasileiro.

Ministra desde 2012 o curso O Método Lee Strasberg/Actors Studio em diferentes instituições. Através do Estúdio Estrela Straus aprofunda sua pesquisa sobre Method Acting e investiga a gentileza como técnica e a relação entre atuação e processos de cura emocional.

Contato: [email protected]

Instagram: @estrela

Sobre Rebecca Loise: É psicanalista, psicóloga, escritora, artista da cena e do corpo. Mestra em Psicologia Social pela PUC-SP. Trabalha na área de pesquisa e criação artística em Arte & Psicanálise. Pós-graduanda em Corpo: Dança, Teatro e Performance pelo Centro de Artes e Educação Célia Helena. É pesquisadora CNPQ do Núcleo de Pesquisa PsiPolis: Psicanálise, Política e Significante pela Unicamp e atualmente participa do grupo de estudos em Psicanálise, Estética e Artes Visuais, coordenado pela psicanalista Alessandra Afortunatti Martins. Tem trabalho como palestrante nas áreas de Saúde Mental, Psicanálise e na intersecção entre Arte e Psicanálise.

Contato: [email protected]

Instagram: @rebecca.loise/ @rebeccaloise.psi

 



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE