Sindicatos rurais da regional de Nova Andradina alinham demandas de infraestrutura prioritárias com secretário Riedel

| GOVMS / ANA CRISTINA DE SOUZA BRITO UZUN


Nesta semana, os representantes de cinco sindicatos rurais da regional de Nova Andradina reuniram-se com o secretário de Infraestrutura, Eduardo Riedel. Em pauta: as demandas prioritárias para o desenvolvimento agropecuário.

O presidente do Sindicato Rural de Anaurilândia, Luciano Pompilio Brescansin, disse que os pedidos relacionados às obras viárias vão potencializar o agronegócio, principal setor econômico do município. “Pedimos melhorias em pontes e cascalho. O atendimento às nossas demandas tem melhorado, melhoria nas estradas e no escoamento, e o alinhamento com a prefeitura'.

O secretário de Infraestrutura, Eduardo Riedel, reforçou que as reuniões têm tido o propósito de encontrar o melhor caminho na tomada de decisões. “São consecutivas agendas com os representantes do setor produtivo, que conhecem as realidades dos produtores e onde é necessário o melhor investimento'.

Esta foi a sétima etapa de reuniões com sindicatos rurais de Mato Grosso do Sul que contou com a participação do presidente do Sistema Famasul, Mauricio Saito, do diretor-tesoureiro e presidente eleito da Famasul, Marcelo Bertoni, e do diretor-secretário Frederico Stella. Também participaram do encontro os presidentes dos sindicatos de Angélica, Antônio Gisuatto; Anaurilândia, Luciano Pompilio Brescansin; Bataguassu, Manoel Agripino Cecílio de Lima; Santa Rita do Pardo, José Renato Cavalli Sofia; e a tesoureira de Ivinhema e Novo Horizonte do Sul, Edy Elaine Tarrafel.

Rodada de Reuniões

Na semana passada, Riedel recebeu o atual diretor secretário do Sistema Famasul, Frederico Stella, o superintendente do Sebrae/MS, representando o Sindicato Rural de Nioaque, Claudio Mendonça; os presidentes de sindicatos rurais Rodrigo Angelo Lorenzetti, de Amambai; Roseli Maria Ruiz, de Antônio João; Edson Bastos, de Aral Moreira; João Firmino Neto, de Laguna Carapã; e André Cardinal Quintino, de Ponta Porã; Leandro Mello Acioly, de Bela Vista; Jefferson Doretto de Souza, de Bonito; Fernando Ortiz Moura, de Caracol; Jesus Cleto Tavares, de Guia Lopes da Laguna; e o vice-presidente do sindicato de Jardim, Hélio Tadeu Ruiz.

Na anterior, o encontro contou com a presença dos os presidentes dos sindicatos rurais de Caarapó, Carlos Eduardo Macedo Marquez; de Eldorado, Alexandre de Paula Junqueira Netto; de Juti, Marcelo Escobar; de Naviraí, Yoshihiro Hakamada; e de Paranhos, Edir Ratier.

Riedel reuniu-se também com representantes da Grande Dourados, com os presidentes dos sindicatos rurais de Dourados, Angelo Ximenes; de Deodápolis, Paulo Cardim; de Douradina, Cláudio Pradela; de Fátima do Sul, Dário Antônio; de Glória de Dourados, Marcos Acácio; de Itaporã, José Assis de Lara; de Jateí, José da Silva, e de Vicentina, Valter Dalla Valle.

Em março, foram três agendas. A primeira com os representantes dos sindicatos rurais dos municípios da Costa Leste de Mato Grosso do Sul, Eduardo Antônio Sanches (Aparecida do Taboado), Adolfo Chorati Cavalhieri (Brasilândia), Roberto Gonçalves de Andrade Filho (Chapadão do Sul), Fábio Carvalho Macedo (Paranaíba) e Kennides Martins Batista Filho (Três Lagoas).

A segunda com os presidentes de sindicatos João Nelson Lyrio (Bandeirantes), Alessandro Coelho (Campo Grande, Rochedo e Corguinho), Henrique Vargas Ezoe (Rio Negro) e Lucicleiton Cirino da Rocha (Terenos).

Ainda em março, foi realizada a reunião com os presidentes Fábio Olegário Caminha (Maracaju), Telma Menezes de Araújo (Nova Alvorada do Sul), Leandro Fabricio Martins Aléssio (Rio Brilhante) e Paulo Renato Stefanello.

Ana Brito / Seinfra

João Carlos Castro - Assessoria de Comunicação da Famasul



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE