LBV atende famílias ribeirinhas no pantanal sul-mato-grossense

A ação distribuiu mais de 5 toneladas em doações e atendeu 250 famílias ribeirinhas das comunidades APA Baía Negra, Assentamento São Gabriel, Paraguai Mirim, Barra do São Lourenço, São Francisco e Porto Amolar

| ASSESSORIA


A Legião da Boa Vontade, em parceria com a organização não governamental Ecoa – Ecologia e Ação esteve na região do pantanal sul-mato-grossense, no município de Corumbá, para mais uma etapa da Campanha Diga Sim!, amparando 250 famílias ribeirinhas, que tiveram suas rendas comprometidas, por conta das secas e queimadas dos últimos anos e também que sofrem os efeitos sociais e econômicos gerados pela pandemia. Nesta ação, foram mais de 5 toneladas em doações entregues as famílias ribeirinhas das comunidades APA Baía Negra, Assentamento São Gabriel, Paraguai Mirim, Barra do São Lourenço, São Francisco e Porto Amolar.

Nossa primeira parada é na comunidade APA Baía Negra, conhecida como uma Área de Proteção Ambiental, sendo a primeira Unidade de Conservação de Uso Sustentável criada no Pantanal, a cerca de 15 Km da cidade. A comunidade fica à beira do Rio Paraguai e vivem aproximadamente 50 famílias ribeirinhas, e a principal fonte de renda dessas famílias vem da pesca e do extrativismo vegetal.

A representante da comunidade, dona Julia Gonzales, relata que a ajuda da LBV chegou em um momento de extrema importância, pois muitas famílias já não tinham nada em casa para comer. “Essa ajuda da LBV, é muito importante para nossa comunidade, pois tem muitas famílias que precisam, pois com a seca e as queimadas as famílias não têm de onde tirar o sustento. Por isso, graças a Deus e a LBV, hoje as famílias terão uma refeição completa. Nossa gratidão a LBV e a todos que ajudam”.

Muitas dessas famílias ribeirinhas, vivem da pesca e da plantação e que sofrem diariamente, pois tiveram suas rendas totalmente afetadas, como a da senhora Zilda dos Santos, moradora da comunidade APA Baía Negra, que nos contou. “Hoje tinha somente meio quilo de arroz para fazer para mim e meus dois filhos e não sabia o que fazer, mais apareceu essa benção em nossas vidas, a LBV, que trouxe alimentos para suprimir nossas necessidades. Estou feliz e grata, pois há alguns anos atrás também já colaborei com a LBV, e hoje vejo a importância de doarmos, pois, um dia eu ajudei e hoje estou sendo ajudada pela mesma instituição que colaborei no passado. Só tenho de agradecer a Deus por tudo, por vocês e por todos que ajudam, então quero dizer que a LBV é uma entidade honesta, que realmente ajuda as pessoas em todos os momentos. Muito obrigada, Deus abençoe vocês” declarou.

E para a sra. Virginia Paez, doadora da LBV há 20 anos no município, ao chegar na comunidade APA Baía Negra onde realiza um trabalho voluntário, viu de longe um coração azul, que logo lhe fez lembrar da LBV, então feliz, nos relatou a alegria de se ver diante de uma ação solidária em um local que tanto precisa. “Quero dizer que a LBV faz um trabalho muito importante ajudando as crianças, jovens, adolescentes e famílias. Sou doadora da LBV a mais de 20 anos, e hoje aqui vendo de perto tudo isso acontecer, realmente é gratificante, vieram de tão longe para ajudar a comunidade onde vivo, Deus abençoe cada um de vocês e também a todos que ajudam para que tudo isso seja possível. Me sinto realizada e feliz em participar, jamais imaginei que poderia estar aqui com a LBV neste dia. Muito obrigada!”.

 

E nosso destino continua, distante cerca de 51 quilômetros da área urbana corumbaense, a comunidade do Assentamento São Gabriel, recebe da Legião da Boa Vontade o apoio necessário para garantir comida na mesa, onde a principal fonte de renda dessas famílias vem agricultura familiar.

Dona Ana Luiza Peres de Camargo, representante da comunidade Assentamento São Gabriel, conhece bem a realidade das famílias que vivem na comunidade, relata que a comunidade vive da plantação, e que esses últimos anos com as queimadas e as secas na região pantaneira, a maioria das famílias vem passando por um período bem difícil, pois não conseguem plantar e desta forma chegam a ficar sem o que comer na maioria das vezes e com a chegada a LBV na comunidade, essa realidade será transformada. “Agradeço a LBV, que trouxe essa ajuda para comunidade, isso é muito importante. Peço a Deus para abençoar vocês e que continuem com esse projeto maravilhoso e que tenham muita saúde e paz. Muito obrigada!”.

Já para a senhora Lígia Lopes Teixeira de Santana, voluntária da organização Ecoa, garante que essas doações vieram e um hora de extrema necessidade para as famílias. “As doações vieram em uma boa hora, porque as famílias atravessam dificuldades pelas secas e queimadas na região, que inclusive atrapalhou toda a produção de alimentos para o sustento delas. Queremos em nome de todos, agradecer a LBV por ter ouvido nosso pedido e estar aqui hoje, de coração que Deus abençoe cada um que colabora para que isso tudo aconteça, então agradecemos mais uma vez a LBV, que olhou com amor para a comunidade e esperamos que muitas outras pessoas possam contribuir para que a LBV continue com essa trabalho, que é maravilhoso e lindo”.

E com o coração aliviado em contar com o apoio da LBV nessa grande jornada ao pantanal sul-mato-grossense, o diretor presidente da organização Ecoa – Ecologia e Ação, sr. André Luiz Siqueira, agradece. “A minha gratidão imensa a LBV, pelas doações de cestas de alimentos, kits de higiene e limpeza e cobertores. Ressalto, que em muitos casos, serão a única alimentação que essas famílias terão nos próximos dias. Mais uma vez a Ecoa agradece imensamente a todos que doaram, apoiaram a Legião da Boa Vontade, entregando esses materiais e que estão atendendo mais de 250 famílias ao longo do rio Paraguai”.

A meta da LBV é entregar por meio da Campanha Diga SIM, até agosto, nas cinco regiões do país, 104 mil cestas de alimentos; 311 mil litros de leite; 110 mil kits de higiene e de limpeza; e ainda 25 mil kits pedagógicos e 20 mil cobertores para famílias que residem em regiões onde o inverno é mais rigoroso, além de continuar com todo atendimento em suas 82 unidades socioeducacionais.

A LBV continua sua intensa mobilização social, angariando donativos para prestar atendimentos as famílias em vulnerabilidade social no enfrentamento à fome em Mato Grosso. Quem quiser ajudar, acesse www.lbv.org.br e doe qualquer valor. Se preferir, pode fazer uma transferência bancária pelo PIX oficial da LBV: [email protected]

 



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE