Estudante da Escola do SESI recebe medalha de ouro em olimpíada

| ASSESSORIA/FIEMS


Felipe Carvalho Ferreira, aluno escola SESI de Dourados - Foto: Divulgação

O estudante do 5.º ano do Ensino Fundamental, Felipe Carvalho Ferreira, aluno escola SESI de Dourados e da instituição de ensino Centro Estadual de Atendimento Multidisciplinar para Altas Habilidades/Superdotação ganhou medalha de ouro na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) e na 14.ª Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG) pelo CEAM/AHS.

A premiação é motivo de comemoração, explica a diretora escolar Sibele Aparecida de Almeida Garcia e Silva. “É uma satisfação imensa ter Felipe Carvalho Ferreira como aluno e vencedor com medalha de ouro da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica do Brasil. É importante destacar o trabalho do Núcleo de Atividades de Altas Habilidades/Superdotação (NAAHS) de Dourados, pois é uma competição de extrema relevância para o desempenho do aluno e notório do seu potencial. A escola SESI de Dourados já está com grandes projetos para o aluno elevar ainda mais o seu potencial com as tecnologias da Iniciação Científica e programação na robótica”.

Comemoração de trabalho conjunto

A Gerente Pedagógica Eliane Morais Fraulo enfatiza que “foi um excelente resultado na competição demonstrando o trabalho entre a Escola SESI de Dourados, Coordenadorias Regionais de Educação e a equipe do Núcleo de Atividades de Altas Habilidades/Superdotação (NAAHS) de Dourados”.

Já a professora Érica Jorja Nepomuceno da Escola do SESI de Dourados destacou o empenho do aluno durante a competição.  “O Felipe é extremamente dedicado. Sempre contribui durante as aulas compartilhando algum conhecimento extra, algo que aprendeu por conta própria. Acho isso muito interessante, pois os colegas têm a oportunidade de aprender também com ele.  Além disso, é nítido o quanto ele se dedica para continuar aprendendo, durante as aulas e através de outros recursos”.

Felipe Carvalho Ferreira, não esconde a emoção. “Participar da mostra de foguetes online foi um desafio ainda maior do que seria presencial. O desafio ficou muito maior, principalmente, porque a ferramenta era limitada. Eu adorei participar da Olimpíada, pretendo participar novamente e participar de outras olimpíadas envolvendo o mesmo assunto”.

 Estimula a criatividade

A Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG) é uma olimpíada inteiramente experimental,  e consiste em construir e lançar, obliquamente, foguetes, a partir de uma base de lançamento, o mais distante possível. Foguetes e bases de lançamentos devem ser construídos por alunos individualmente ou em equipes de até três componentes. É um evento aberto à participação de escolas públicas ou privadas, urbanas ou rurais. Podem participar alunos do primeiro ano do ensino fundamental até os do último ano do ensino médio. Ao final da MOBFOG todos os alunos recebem um certificado de participação, bem como os professores envolvidos no processo e também os diretores escolares. Além disso, temos também distribuição de medalhas para os alunos que obtiveram os maiores alcances em seus respectivos níveis.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE