Leia Coluna do Jonas desta quarta, 16

| REDAçãO


Jonas Alves da Silva (Silva Junior) - Divulgação

Quarta-feira, 16 de junho 2021 – Dia do Gari.

Pensamento: "Na maioria das vezes, você não precisa de um novo caminho, mas de uma nova forma de caminhar."

Musica: Nos barracos da cidade - Gilberto Gil – Indicação DJ Mateus Gnuztman

Niver: Julio Ferreira, João Pedroso, Benito Sarati, Carlos Brito - Ensina-nos a contar os nossos dias, de tal maneira que alcancemos corações sábios. Salmos 90:12

Da Latinha

Dois ex comunicadores testaram positivos para Covid 19. Cloves Braga Rocha e Wilson Matos da Silva... Ambos estão em processo de recuperação após passar por momentos terríveis. Dos dois, Wilson Matos continua recebendo atenção especial, enquanto Cloves Braga apresenta melhoras... Desejamos pronta melhora aos jovens douradenses... Cloves está em casa,  enquanto  Matos continua em observação numa unidade hospitalar de Dourados.

E tome fila

O comércio continuou com filas ainda durante essa terça-feira em Dourados. Às vezes planejamento faz toda diferença. As decisões tem de ser tomadas com absoluta responsabilidade, pois as consequências podem acabar machucando quem deveria ser tratado com respeito e consideração.

Lockdown

Essas filas e aglomerações já eram previstas desde quando ainda vigorava o Lockdown. Era liquido e certo que quem tivesse ficado com contas vencidas durante o período se  atiraria nas filas e portas do comércio e bancos com o objetivo de “ficar em  dia” com o seu credor. Desacelerando

Certamente com o passar dos dias esse movimento irá se desacelerando gradativamente. Mas, enquanto for necessário o enfrentamento, que os recebedores organizem melhor a forma de receber seus clientes que, por sua vez, devem seguir as regras da biossegurança, evitando que se crie mais uma onda pandêmica. Vamos nos cuidar gente!

Ouro Fino e Vitoria

Famílias da Comunidade Ouro Fino e Vitória foram atendidas pela Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil. Elas solicitaram lona para proteger as moradias que são suscetíveis às adversidades climáticas.

Foram entregues na terça-feira passada, 40 metros quadrados de lona para duas famílias da Comunidade Ouro Fino. E hoje foram entregues mais 40 metros quadrados de lona para cada família da Comunidade Vitória.

O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) haviua emitido um alerta laranja para perigo de tempestade que pode atingir parte do Estado, inclusive Dourados.

Sem bandeira cinza

Além de Dourados e Campo Grande, mais três municípios decidiram não aderir à bandeira cinza determinada pelo governo do Estado, através do Prosseguir (Programa de Saúde e Segurança da Economia). São eles: Três Lagoas, Ponta Porã e Sidrolândia.

O goveno estadual acatou as justificativas da Prefeitura de Dourados, já que o prefeito Alan Guedes (PP) decretou lockdown por um período de 14 dias. Por isso, o município voltou para a classificação de bandeira vermelha.

Capital

Em Campo Grande, o prefeito Marquinhos Trad resolveu não acatar a determinação de bandeira cinza, porque, em seu entender, os comerciantes são penalizados pela alta da epidemia do Coronavírus.

“O que motivou a mudança foi o entendimento de que o comércio não é o responsável pelas contaminações. Em geral, as atividades econômicas são solidárias e obedientes. O que prejudica são festas, bares e restaurantes que não cumprem as medidas, uma minoria”, explicou Alexandre Ávalo,  procurador-geral do município.

Três Lagoas

O governo do Estado não aceitou as explicações técnicas da Prefeitura de Três Lagoas para que o município retornasse à classificação de bandeira vermelha.

Diante disso, o prefeito Angelo Guerreiro resolveu assinar decreto autorizando a reabertura do comércio de médio e baixo risco, considerado não essencial, em Três Lagoas. No decreto, o prefeito explica que tem adotado diversas medidas de prevenção à disseminação do vírus, além de investir na Saúde e melhorias nas unidades que atendem os casos de COVID-19.

Ponta Porã

Em Ponta Porã, o prefeito Hélio Peluffo (PSDB) disse que as medidas restritivas que serão seguidas são a do decreto municipal da semana passada que preveem o funcionamento do comércio com capacidade de público de 30% de lotação.

Os comerciantes de Ponta Porã alegaram que vinham tendo prejuízos, já que muitos moradores do Brasil, atravessaramm a linha internacional para consumir do lado paraguaio enquanto eles eram impedidos de abrir as portas.

Sidrolândia

A Prefeitura de Sidrolândia não concordou com sua inclusão na bandeira Cinza do Prosseguir e declarou que não seguirá o Decreto Estadual, que determina aos municípios, o cumprimento de medidas restritivas de enfrentamento à Covid-19, conforme a classificação de risco.

Com base em dados levantados da situação da Covid-19 em Sidrolândia, o município figura atualmente no 45º lugar em incidência de novos casos, e por esse motivo, a Prefeitura vai manter a campanha de conscientização e fiscalização junto à população e ao comércio, para o cumprimento das normas de biossegurança, principalmente, o uso de máscara e utilização de álcool 70%, líquido ou gel.

Geraldo questiona

Segundo o secretário de Saúde do Estado, Geraldo Resende, a decisão do prefeito Marquinhos Trad se torna  questionável tendo em vista que na quinta-feira (10), o prefeito Marquinhos Trad entregou um documento se comprometendo a seguir as medidas restritivas impostas pela bandeira Cinza do Prosseguir e solicitando prazo de 72h para o município se organizar para adotar as medidas necessárias.

“Fico perguntando o que levou o prefeito a romper um compromisso que tinha a sua própria assinatura e o aval de dois de seus secretários e o procurador do Município”, questiona Geraldo.

Ministério Público

 O secretário Geraldo Resende disse que o Ministério Público Estadual “seguramente está atento a essa questão e deverá tomar as providências cabíveis.

“O que eu mais espero, porém, é que essa medida não resulte em mais mortes por Covid em nossa Capital”, explicou.

Situação

Mato Grosso do Sul se encontra em um dos piores momentos da pandemia contra COVID-19, com média diária de 40 óbitos e 1.605 casos novos de Covid, totalizando 7.517 vidas perdidas pela doença e 314.445 casos confirmados de Coronavírus.

As quatro macrorregiões do Estado estão com ocupação global entre 90% e 100%, chegando a extrapolar o percentual de 100% para leitos de UTI pelo SUS. 182 pessoas aguardam no Estado por leitos, sendo 92 pacientes internados em unidades de Saúde de Campo Grande aguardando por leitos adequados. Devido à falta de leitos, 31 pessoas tiveram que ser enviadas para serem internadas em outros Estados, sendo cinco moradores de Campo Grande.

Telefones úteis em Dourados

Quantas vezes a gente já precisou fazer uma ligação de emergência, mas não lembrou ou não sabia o número do telefone. Pensando nisso, a Gazeta MS publica alguns números que, se for preciso, serão facilmente encontrado.

Anota aí:

Polícia Militar: 190

Bombeiros: 193

Guarda Municipal: 199 e 153

Polícia Rodoviária Federal (PRF): 191

Polícia Rodoviária Estadual (PRE): 198

SAMU: 192        

Polícia Civil - SIG (67) 3411-8080

Aeroporto (67) 3411-7936

Utilidade Publica

O DOF mantém um canal aberto direto com o cidadão para tirar dúvidas, receber reclamações e denúncias anônimas, através do telefone 0800 647-6300. Não precisa se identificar e, a ligação, será mantida em absoluto sigilo. O serviço funciona 24 horas por dia, sete dias por semana.
Logo publicaremos outros números de emergência. 

[email protected]

 

 



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE