Projeto Bichos do Pantanal lança curso virtual para professores e profissionais da educação ambiental

Curso será lançado dia 20 de maio, com foco na "Conexão com a Natureza", seguindo metodologia Children & Nature, que já beneficiou mais de 100 mil crianças e jovens no Alto Pantanal


Com o objetivo de capacitar professores e profissionais da educação ambiental para uma reflexão sobre práticas pedagógicas voltadas para a proteção e o contato positivo com o meio ambiente, o Projeto Bichos do Pantanal lança, no próximo dia 20, um curso virtual que aplica a metodologia "Conexão com a Natureza" como princípio pedagógico.


O tema abordará tópicos relevantes, como a relação humana com o meio ambiente, com base na metodologia de escritores como Richard Louv, autor do bestseller "A última criança na natureza" e mentor da plataforma virtual "Children & Nature Network". Esse método científico inspirou Douglas Trent, ecólogo norte-americano (contemporâneo de faculdade de Richard Louv) e o motivou a adaptá-lo no Brasil onde se instalou há 40 anos. Desde 2013, a técnica desenvolvida dentro dos mesmos parâmetros originais, vem sendo aplicada no Programa de Educação Ambiental do Projeto Bichos do Pantanal.


Apaixonado pela região do Alto Pantanal, na qual atua até hoje, Douglas Trent coordena as Pesquisas do Projeto Bichos do Pantanal, realizado pelo Instituto Sustentar e patrocinado pela Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental. Segundo o pesquisador, o contato com a natureza oferece inúmeros benefícios para a saúde e o bem-estar. "Estudos científicos comprovam que a metodologia "Conexão com a Natureza" é benéfica para crianças que apresentam transtorno de déficit de atenção (TDAH) e auxiliar outras tantas que apresentam distúrbios do neurodesenvolvimento, como Autismo", ressalta Douglas Trent.


De acordo com o pesquisador, o método "Conexão com a Natureza" também é um forte aliado para o desenvolvimento cognitivo de jovens e crianças. "Quando em contato direto e frequente com a natureza, eles desenvolvem mais sensorialidade ao tocar na terra, em plantas, ao ouvir os sons da natureza e ao observar diferentes espécies de fauna e flora. Por meio da aplicação da metodologia, as faculdades psicoemocionais são aprimoradas, fazendo com que o indivíduo aprenda a amar a natureza por meio da educação real - aquela que leva à criança a se relacionar presencialmente com os elementos da natureza ", complementa Douglas Trent.


Conhecer para preservar


"Nós nos apaixonamos por aquilo que conhecemos e, consequentemente, cuidamos daquilo que amamos", diz Jussara Utsch, diretora do Instituto Sustentar. De acordo com a executiva, o curso virtual "Conexão com Natureza" é fundamental não só para os profissionais da educação ambiental e professores, mas também para os pais dos alunos, pois são eles que amplificam e solidificam o conhecimento adquirido.


Na região do Alto Pantanal, é estatisticamente comprovado que crianças inseridas em escolas nas quais o contato com a natureza é parte integrante da metodologia de ensino, acabam interagindo mais em sala de aula e apresentando melhoria no rendimento escolar. "Nossa meta é aliar os benefícios que a natureza exerce sobre o Homem com o propósito de levar a metodologia "Children & Nature Network" para dentro das escolas. Desta forma, plantaremos a semente na geração que atuará na linha de frente da preservação do meio-ambiente. Nesse contexto, os professores e profissionais da educação ambiental são a chave do projeto de reconexão com a natureza, explica Jussara Utsch.


Antes da atual quarentena, o Projeto ministrava este curso com aulas teóricas e práticas nas escolas e reservas ambientais da região. Trilhas eram organizadas para a observação de diversas espécies, utilizando binóculos e lunetas - equipamentos que fazem parte do projeto. Com a medida de isolamento social gerada pela pandemia da Covid-19, o curso será gravado para compartilhamento da metodologia.


A natureza como co-professora


Dentre os tópicos que norteiam a programação do curso virtual, Mahal Massavi, Coordenador de Educação Ambiental do Projeto Bichos do Pantanal, destaca a "Conexão com a Natureza" como ferramenta pedagógica. O conhecimento, a sensibilização e a empatia como possíveis caminhos que levam à construção da educação ambiental, e ela própria como programa acadêmico. "Precisamos reconectar as pessoas à Natureza e, ao mesmo tempo, conscientizá-las sobre o comportamento exercido sobre o meio-ambiente, por isso, o curso conta com dois momentos-chave. O primeiro traz uma análise teórica sobre a educação ambiental como princípio pedagógico. Já o segundo, abre espaço para o diálogo com os participantes, quando eles terão oportunidade de esclarecer dúvidas e aprofundar um ou mais temas abordados, relata Mahal Massavi.


O curso ocorre nos dias 20 e 25 de maio, às 10h (horário de Brasília e às 9h horário no Mato Grosso) e, ao final, será emitido um certificado. Os participantes interessados também poderão aperfeiçoar demais conhecimentos com auxílio das diversas atividades produzidas pelo Projeto Bichos do Pantanal.


As inscrições já estão abertas e ocorrerão até o dia 18 de maio. O público-alvo são professores e profissionais da educação ambiental, mas a formação está disponível a todos os interessados no tema. Para mais informações sobre as atividades do curso online, basta seguir as redes sociais do Projeto Bichos do Pantanal:


Facebook: Projeto Bichos do Pantanal / Instituto Sustentar http://www.facebook.com/bichosdopantanal/


Instagram: Bichos do Pantanal http://www.instagram.com/bichosdopantanal/


Youtube: Bichos do Pantanal - http://www.youtube.com/user/bichosdopantanal


Twitter: Bichos do Pantanal http://twitter.com/BichosPantanal

Projeto Bichos do Pantanal


Com patrocínio da Petrobras por meio do Programa Petrobras Socioambiental, o Projeto Bichos do Pantanal atua na região do Alto Pantanal (Cáceres e Porto Estrela, MT) desde 2013. O foco é nas áreas de Educação Ambiental, pesquisas que ampliam o conhecimento científico visando a preservação de espécies da fauna pantaneira e a promoção da sustentabilidade local por meio do Turismo Sustentável. O Projeto já mobilizou, em diversas atividades (entre cursos, eventos, capacitações, atividades de mobilização social e Educação Ambiental), mais de 550 mil pessoas entre crianças, jovens e adultos, comunidade escolar, moradores, visitantes e turistas nos municípios de Cáceres e Porto Estrela e Estado do MT.


Saiba mais em: http://www.bichosdopantanal.org


Instituto Sustentar


O Projeto Bichos do Pantanal é realizado pelo Instituto Sustentar, OSCIP com sede em Belo Horizonte e atuação nacional e internacional. A entidade é dedicada à implementação e execução de projetos que buscam a sustentabilidade econômica, social e ambiental, junto à iniciativa privada, entidades da sociedade civil e setor governamental. O objetivo é promover pesquisas técnico-científicas e boas práticas institucionais e empresariais que permitam o desenvolvimento sustentável de nossa sociedade.


Saiba mais em: http://institutosustentar.net/



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE