Mario Frias recebe alta após passar por cateterismo em hospital de Brasília

Secretário especial de Cultura do governo federal sofreu obstrução de artéria e fez procedimento de urgência nesta quarta-feira (12). Segundo pasta, ele se 'recupera bem'.

| G1 / PEDRO HENRIQUE GOMES E WALDER GALVãO, G1


O secretário especial de Cultura do governo federal, Mario Frias, de 49 anos, recebeu alta na manhã desta quinta-feira (13) após passar por um cateterismo de emergência em um hospital particular de Brasília. A informação foi confirmada pela pasta, nas redes sociais.

A Secretaria Especial de Cultura informou que Mario sofreu angina aguda (obstrução de artéria) e suspeita de princípio de infarto. Esta é a segunda vez que o secretário é atendido com problemas cardíacos em menos de seis meses.

De acordo com a publicação, Mário passou pelo procedimento na noite desta quarta-feira (12). Segundo a pasta, o secretário ficou em observação médica durante a madrugada, recebeu alta pela manhã e se "recupera bem" (veja abaixo).

Em dezembro do ano passado, ele também foi hospitalizado após sofrer um "princípio de infarto". À época, a Secom informou que Frias foi submetido a um cateterismo e colocou dois stents – pequenos tubos de metal que se expandem para regular o fluxo de sangue.

O cateterismo é um exame que identifica obstruções nas artérias e avalia o funcionamento do coração. O procedimento é feito por meio de um cateter (tubo) que é introduzido em uma veia ou artéria.

Mario Frias foi nomeado secretário de Cultura em 19 de junho de 2020. O ator sucedeu no cargo a também atriz Regina Duarte, que permaneceu à frente da secretaria por menos de dois meses.

Vídeo: comentaristas analisam saída de Regina Duarte da Secretaria da Cultura

José de Paiva Netto ― Jornalista, radialista e escritor.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE