Como organizar o frigorífico? - 10 dicas


Quem é que ao guardar as compras de frescos, já pensou: - tenho que arrumar o frigorífico! Quem é que já descobriu uma caixa com sopa estragada, que estava atrás da caixa de cenouras e tinha por cima a caixa dos queijos? Quem é que já procurou um determinado ingrediente, que sabiam que estava no frigorífico, e teve imensa dificuladade em o encontrar? Acho que, de uma maneira geral, estas situações já nos aconteceram a todos. Então, por que não pensar em organizar o frigorífico como pensamos em arrumar a casa? Armazenarmos a comida no frigorífico de forma eficiente é uma excelente estratégia para reduzirmos o desperdício alimentar e assim rentabilizarmos o que compramos. Já nos aconteceu a todos termos que deitar fora embalagens de comida que ficaram esquecidas ou até mesmo ingredientes frescos que se estragaram porque não os vimos ou não os consumimos no tempo devido. De modo a reduzir o desperdício e para uma gestão mais eficaz das nossas compras, é importante revermos o modo como acondicionamos a comida no frigorífico. Um frigorífico organizado também nos facilita a vida na cozinha no dia-a-dia. Depois de retirarem tudo do frigorífico e de o lavarem, assim como as respectivas prateleiras e gavetas, está pronto a ser organizado. Vamos a isso? Como organizar o frigorífico? - 10 dicas: A temperatura do frigorífico deverá rondar os 4ºC, isto é suficientemente frio para que a comida não se estrague e para evitar que as bactérias se desenvolvam. Mas não demasiado frio que os items que tivermos no frigorífico congelem! Não armazenar a comida quente. É importante arrefecer rapidamente a comida e só depois então colocar no frigorífico. A comida quente irá alterar a temperatura do frigorífico. Separar a comida cozinhada de ingredientes crus, principalmente peixe ou carne, para evitar contaminações cruzadas. Coloquem o que estiver a descongelar dentro de um recipiente para conter os líquidos que resultem do processo de descongelação. Organizar a comida no lugar certo do frigorífico ajuda a manter a frescura. As recomendações são para que se coloque na prateleira superior comida que não precisa de ser cozinhada - sobras, as ervas aromáticas dentro de copos com água e tapadas com um saco, as cenoura em água, etc., na prateleira do meio ingredientes como o leite e os ovos, na última prateleira peixe e carne por cozinhar ou a descongelar. Nas gavetas, numa colocar os vegetais e na outra as frutas. Na porta, podem ficar os alimentos resistentes às variações de temperatura inerentes à abertura e fecho do frigorífico. Aqui podem colocar a água, os sumos, os molhos ou outros condimentos, por exemplo. Mais do que saberem o que colocar em cada prateleira, o que realmente importa é terem prateleiras reservadas para categorias de produtos. Facilita imenso em termos de organização. Não encher demasiado as prateleiras, é crucial que o ar circule, para ajudar a manter a temperatura constante do frigorífico. Colocar, de preferência, sempre tudo tapado no frigorífico. « Os alimentos que não estão devidamente guardados ou envolvidos secam, ganham e propagam bactérias e transmitem e absorvem odores para e dos restantes alimentos. » Podem usar caixas transparentes ou produtos organizadores para arrumarem o frigorífico. Caixas onde colocam os iogurtes, ou os queijos por abrir ou os produtos de charcutaria, por exemplo. Até podem escrever na caixa, usando uma caneta própria, por exemplo, 'queijos', para ser mais fácil a identificação e assim, a família também saber onde estão alguns items e, ao servirem-se, não os mudarem de sítio. Guardar a comida em caixas ou recipientes em que seja possível ver o seu conteúdo. Se ajudar, coloquem etiquetas com a indicação do que contêm. Deste modo, assim que abrirem o frigorífico conseguem ter noção do que têm e do que terá que ser consumido mais ou menos rapidamente. Identificar o que cada recipiente contem ajuda a que não caia no esquecimento. Colocar uma folha de papel abosrvente, de cozinha, dentro dos recipientes pois ajuda a absorver a humidade das frutas e dos legumes guardados, prolongando assim a sua conservação. Outra estratégia para prolongar a vida das frutas e dos legumes, dentro do frigorífico, é usarem caixas indicadas para esse efeito que permitem ajustar o fluxo de ar. Fazer uma inspecção semanal ao frigorífico. Ver o que tem que ser consumido com maior brevidade, e dar destino às sobras de legumes ou de outros ingredientes que precisem ou que estejam a terminar o prazo de validade. Com estas dicas, agora arrumar o frigorífico de modo reduzirmos o desperdício alimentar tornou-se mais fácil. Concordam?



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE