Plataforma Aprendendo Sempre lança conjunto de iniciativas para aprendizagem não presencial

Objetivo é garantir oportunidades a todos os alunos do País em tempos de isolamento social, devido à pandemia da Covid-19, e reduzir o impacto da crise no aprendizado

| ASSESSORIA


O Estado Mato Grosso do Sul registrou um aumento de 55% de novos casos de dengue em seus municípios nas últimas semanas. Com isso o vereador Junior Rodrigues (PTB) alerta a população que o período de maior incidência da dengue irá coincidir, muito provavelmente, com o pico de contaminação do COVID -19 (Coronavírus) e, por isso, é fundamental que a população aproveite a quarentena para, se proteger do mosquito transmissor.
As mortes por dengue em Mato Grosso do Sul aumentam a cada semana, de acordo com o boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (SES). “Dados do Ministério da Saúde mostram que 80% dos focos do mosquito estão localizados dentro das residências. Precisamos alertar que a população precisa continuar, de forma permanente, a combater o mosquito transmissor da dengue”, aponta Junior.
O vereador recomenda atenção à limpeza dos locais que possam favorecer os criadouros do mosquito Aedes aegypti. “Essa é a principal forma de prevenção, e como vários casos de dengue, zika e chikungunya estão sendo registrados na região Sul do nosso município, peço a compreensão do Poder Executivo para aumentar seus esforços para conter o avanço da dengue nessa localidade. Uma das formas para ajudar no combate é a pulverização de inseticida, popularmente conhecido como fumacê. O trabalho de campo, com a participação dos agentes de saúde e da comunidade, deve ser intensificado, a borrifação por si só não resolverá o problema, será um contra peso na situação” , coment ou.
“A situação somente será regularizada com a eliminação dos focos do mosquito, o que exige o envolvimento de toda a população”, destaca Junior Rodrigues.