Alan Guedes apoia luta dos profissionais de Enfermagem

| IMPRENSA/CMD


Vereador Alan Guedes vai analisar pleito da categoria.Foto: Assessoria

Na data em que é comemorado o Dia Internacional da Enfermagem, 12 de maio, profissionais da categoria lutam pelo recebimento integral da insalubridade no período em que perdurar a pandemia do novo coronavírus. E, nesta terça-feira, o presidente da Câmara de Dourados, vereador Alan Guedes (Progressistas), recebeu um ofício do SINDENF (Sindicato dos Servidores dos Setores de Enfermagem da Grande Dourados) solicitando apoio a projeto de lei que disporá sobre o pagamento do adicional de insalubridade e demonstrou total apoio ao da categoria.
Enfermeiros, técnicos e auxiliares de Enfermagem requereram no documento, o adicional em grau máximo, do percentual de 40%, calculado sobre a remuneração de cada servidor, devido ao alto risco em que os profissionais estão expostos na atuação do atendimento de pacientes com suspeita e/ou infectados pela Covid-19, tanto sintomáticos, quanto assintomáticos.
No ofício, o Sindicato menciona que a Constituição Federal, art. 7º
, inciso XXIII, prevê o pagamento de adicional de insalubridade para os trabalhadores que exerçam atividade penosas, insalubre ou perigosas.
“Neste momento, na qual a cidade estabeleceu plano de contenção e enfrentamento da pandemia, os trabalhadores da saúde, que atuam em hospitais, Samu, unidades básicas de saúde e nas unidades sentinela, estão expostos aos riscos de contraírem o Coronavírus/Covid-19, pois estão fazendo os atendimentos diários à população douradense com barreiras sanitárias, identificando, orientando e encaminhando os pacientes com sintomas gripais para as unidades de referência”, justificou a presidente do SINDENF, Elizabeth Pereira Neto Oliveira.
 “Todo meu respeito à enfermagem. Nesse 12 de maio, Dia Internacional da Enfermagem, utilizo-me do ofício que recebi para destacar meu total apoio ao pleito da categoria. O trabalho destes profissionais é fundamental, ainda mais no momento de pandemia em que estamos vivendo. A legislação garante a estes profissionais o direito ao adicional de insalubridade, então a Câmara de Dourados somará todos os esforços para a garantia deste direito”, destacou o vereador Alan Guedes.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE