UM POETA PINTOR - Adail Alencar

| DO AUTOR


Adail Alencar. Foto: Divulgação

Nas cores dos meus versos, pinto a moldura do seu corpo, viajo no lirismo da minha poesia, pra te oferecer o meu conforto. Por um momento vou ser um pintor, mesmo não sendo esse o meu talento, mas com o meu sincero amor, as minhas mensagens são levadas pelo vento. Vou dizer desse amor infinito, nas imagens que vou pintar, vou fazer da minha ternura um grito, que por todos os cantos vai ecoar. Receba desse poeta pintor, na moldura do seu coração, um doce e puro amor, e a minha intensa emoção. Adail Alencar Taveira. Gaibu-Cabo de Santo Agostinho-PE, 02-05-2.021.

 

--- 

UM AMOR!!!!!

Um amor que explode no peito, extravasando muita emoção e carinho, te acaricio em pensamento no meu leito e sou feliz te amando, mesmo aqui sozinho. Um amor que não precisa explicação, porque nasceu muito forte no nosso cantinho, pra você doei o meu coração, pra você te ofertei o meu carinho. Um amor que nos dá muita calma, quando nos relembramos a cada momento, quando nos unimos de coração e alma, na magia de um doce sentimento. Um amor que pede, mas sem exigência, um amor que suplica mas sem nada forçar, um amor que é a razão da minha existência, um amor tão lindo que adoro relembrar. Um amor que tenta entender as razões, que nos faz ficar assim separados, mas compartilhamos nossas emoções, dos nossos corações apaixonados. Um amor que mesmo explodindo, é sufocado, contido, dilacerado, mas esse amor estamos sentindo, se não tiver futuro, teve um lindo passado. Adail Alencar Taveira.
 
 
 
 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE