Vereador Dr. Diogo Castilho pede manutenção nas escolas José Eduardo e Frei Eucário

| ASSESSORIA


Dr. Diogo Castilho solicita melhorias em escolas e iluminação pública- Foto: Valdenir Rodrigues/CMD

Durante sessão ordinária na tarde de segunda-feira (15), na Câmara Municipal, o vereador Dr. Diogo Castilho (DEM), apresentou indicação solicitando melhorias para duas escolas municipais: a José Eduardo Canuto Estolano, localizada na rua Paraguai, no distrito de Itahum na zona rural e a Frei Eucário Schmitdd, situada na rua Antônio Amaro de Mattos, no Jardim dos Estados, em Dourados. 

Em relação à unidade de Itahum, após o mandato visitar o local, ficou constatada a necessidade do conserto do telhado e da cobertura da quadra de esportes, compra e instalação de aparelho de ar-condicionado, compra de computadores e reforma dos banheiros. 

O parlamentar justificou que parte da escola está isolada e inutilizada, já que há o risco do telhado desmoronar. A estrutura metálica que suporta a cobertura da quadra está toda corroída e, portanto, comprometida. 
“O vestiário situado na quadra de esporte está em péssimas conduções. Descarga não funciona, torneiras estão quebradas, sendo necessária uma reforma urgente”, argumentou o vereador. 

ESCOLA FREI EUCÁRIO

Nesta indicação, o democrata pediu compra e manutenção de computadores, roçada do pátio interno e externo, e ainda, o término da construção do prédio da escola. “A obra de finalização do prédio, embora já aprovada pela Secretaria de Obras Públicas, ainda não foi concluída. A escola está correndo risco de ser esquecida, em razão da vulnerabilidade da obra inacabada”, justificou Dr. Diogo. 

SERVIÇO

Em tempo, foi apresentado requerimento para reparo da iluminação pública em frente à igreja Bom Jesus, que fica na rua Manoel Machado Leonardo, no Jardim Flórida I, em Dourados. 

“A falta de iluminação em frente à paróquia causa insegurança e riscos de acidentes para as pessoas que frequentam esse ambiente, que vão desde crianças a idosos e praticantes de atividades físicas. Estes podem tropeçar nos desníveis e irregularidades da calçada”, justificou o parlamentar. 



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE