Comitê de Gerenciamento de Crise apresenta dados sobre transmissão comunitária da COVID-19 em Dourados durante sessão na Câmara

| ASSESSORIA/CMD


A Sessão Ordinária ocorreu de maneira remota. Foto: Thiago Morais

A Câmara de Dourados recebeu, durante sessão ordinária on-line realizada nesta segunda-feira (11), o médico e porta-voz do Comitê de Gerenciamento de Crise do município, Frederico Oliveira Weissinger, que discorreu sobre o enfrentamento à transmissão comunitária da Covid-19 (Coronavírus) no município.
De acordo com o médico, a transmissão comunitária ocorre quando não se consegue identificar a origem da contaminação. Frederico ainda apontou que já era esperado que estes casos ocorressem em Dourados, porém, mesmo sendo uma situação delicada, o município ainda tem o controle da situação e possui um índice baixo de casos, além de ter apenas 8% dos leitos previstos para os pacientes da Covid-19 ocupados. “Nós agora precisamos manter o foco e o rastreio das transmissões”, comentou.
Segundo o último boletim epidemiológico do Estado, dos 385 casos confirmados em Mato Grosso do Sul, sendo 19 em Dourados, 201 pacientes já estão recuperados, 22 estão internados, 151 em isolamento domiciliar e houveram 11 óbitos.
Ainda foi informado pelo porta-voz do Comitê que as atividades do CMA (Central de Monitoramento Ambulatorial), que atua na identificação da doença em profissionais da saúde, serão iniciadas, o que pode acarretar no crescimento da identificação de contaminados, porém, conforme o médico, pode não afetar o número de internações.
“Estamos em um momento delicado das contaminações. Temos que nos esforçar para achatar ainda mais a transmissão comunitária. Sabemos que o momento não é de desespero, mas sabemos da dificuldade adicional que a população douradense pode enfrentar, tendo a plena ciência de que somos referência para a macrorregião. Que possamos trabalhar para garantir a incolumidade da nossa rede hospitalar, para atender os douradenses e os membros da macrorregião”, comentou o presidente da Casa de Leis, vereador Alan Guedes (Progressistas).
O presidente ainda destacou a aprovação de Lei pela Câmara que isenta famílias beneficiárias do pagamento da COSIP (Contribuição para o Custeio dos Serviços de Iluminação Pública), durante o período da pandemia.
Ordem do Dia
Em 2ª discussão foi votado o Projeto de Lei nº 334/2019, de autoria do vereador Mauricio Lemes (PSB), que denomina como “Rua Itamar Júnior de Oliveira” a Travessa B, localizada no Bairro Parque dos Coqueiros.
Também de Maurício Lemes, foi aprovado o Projeto de Lei nº 031/2020, que será acresce dispositivo da Lei nº 3442, de 29 de abril de 2011, que dispõe sobre a isenção de preço público de estacionamento regulamentado no município, para o cidadão acima de 60 anos.
Já em 1ª discussão e votação, foi aprovado o Projeto de Lei nº 030/2020, de autoria do vereador Idenor Machado (PSDB), que denomina como “Rua Elídio Oliveira Freitas” a Projetada 1, localizada no Conjunto Habitacional Vale das Borboletas, no distrito do Panambi.
Em única discussão e votação, foram votados e aprovados os projetos de Decreto Legislativo nº 012/2020, de autoria do vereador Alan Guedes, que concede Diploma de Jubileu de Estanho à Dio Santo Pizzaria, alusivo aos 10 anos de sua criação, e nº 014/2020, de autoria do vereador Mauricio Lemes, que concede Diploma de Centenário a Eni de Matos Melo, em homenagem aos 100 anos de vida.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE