Mato Grosso do Sul atinge 347 leitos de UTI para Covid e terá mais 33 até a próxima semana

| RICARDO MINELLA/SES


Ampliações atingem diversas regiões do Estado, como resultado de parceria entre governo e prefeituras; perspectiva é chegar a 380 UTI’s até o próximo dia 19 de março - Foto: Ricardo Minella

Trabalho de parceria entre o governo e os municípios garante a ampliação dos leitos de UTI-Covid em diversas regiões do Estado, chegando a 347 unidades e com previsão de abertura de mais 33 até o próximo dia 19. Segundo o titular da Secretaria de Estado de Saúde (SES), Geraldo Resende, uma “força-tarefa” instituída na pasta está em contato permanente com prefeitos e secretários municipais de Saúde para um trabalho conjunto com essa finalidade.

“Discutimos com os municípios em quais localidades temos leitos de UTI e precisamos ampliá-los. E aqui na Capital já temos algumas vitórias. No próprio Hospital Regional nós tínhamos 79 leitos exclusivos para pacientes do coronavírus e mais 28 leitos de retaguarda. Todos eles foram transformados em Covid. Então, mesmo que não tenhamos leitos novos, aumentamos exclusivamente para Covid, em 28 unidades”, salientou o secretário.

Além de Campo Grande, estão sendo instalados novos leitos de UTI nas cidades de Coxim, Dourados, Três Lagoas e Aparecida do Taboado. Na Capital, além dos 28 do Hospital Regional de MS, estão sendo abertas duas unidades na Clínica Campo Grande, 10 na Santa Casa (era usados como UTI Geral e passaram a ser exclusivos Covid) e 14 no Hospital Adventista do Pênfigo, totalizando 54 novas vagas para pacientes graves de Covid-19.

Em Coxim, serão instaladas mais três UTI’s no Hospital Regional de Coxim, com previsão de ser ativado até o dia 19 deste mês. Em Dourados, a previsão é de mais 20 estruturas, sendo cinco de instalação imediata no Hospital Universitário (HU) da UFGD, cinco no Hospital Santa Rita e mais 10 no HU da UFGD, ainda em fase de negociação com os dirigentes da instituição.

Já a população da macrorregião de Três Lagoas está conquistando mais 10 Unidades de Terapia Intensiva no Hospital Nossa Senhora Auxiliadora (implantação imediata) e cinco estruturas no Hospital da Fundação Hospitalar Enfermeiro Pedro Francisco Soares, de Aparecida do Taboado.

“Desta forma, dos 288 leitos que tínhamos anteriormente, montados exclusivamente para pacientes de Covid-19, estamos chegando a 347 de imediato, com perspectiva de chegarmos a 380 até o próximo dia 19, se as tratativas que estamos fazendo com muito empenho, se concretizarem”, salienta Geraldo Resende. “Tudo isso, para que não faltem leitos para os nossos pacientes, mas isso de nada vai adiantar se a população não colaborar, adotando as medidas de contenção”, conclui o secretário.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE