Leia Coluna do Jonas desta quarta, 03

| REDAçãO


Jonas Alves da Silva (Silva Junior) - Divulgação

Quarta-feira, 03 de março de 2021 - Dia Mundial da Vida Selvagem. Dia do Corpo de Intendentes da Marinha.

Pensamento: "Duas coisas são infinitas: O universo e a estupidez humana; eu não tenho certeza sobre o universo."(A. Einstein)

Musica: Era um garoto que como eu amava os Beatles e os Rolling Stones - Incríveis

Fura fila será penalizado – Indicação Mateus Gnuztman.

Niver: Henrique Leite, Solange El Estigarribia, Paula Adriana Paulinha, Eugenio Isidoro, Ozana Carbonari, Luis Claudio Viegas, Renan Rodriguês, Fausto Costa Nunes, Leonardo Carlos - Ensina-nos a contar os nossos dias, de tal maneira que alcancemos corações sábios. Salmos 90:12...Salud Felicitá Dios Lhe Bendiga

Funed

Luís Arthur Spinola Castilho - Profissional de Educação Física assina pela direção da Funed a partir desta quarta-feira, 3 de março 2021. Servidor federal é mais um cedido pela União para engrossar o primeiro pelotão do prefeito Alan.

DNA

Toda sorte para Luís Arthur rebento do professor Carlos Muchão Castilho diretor do curso de Educação Física do Centro Universitário da Grande Dourados – Unigran

Fura fila será penalizado

A Assembleia Legislativa de MS aprovou na sessão de ontem (2), em segunda discussão, o Projeto de Lei 14/2021, de autoria do deputado Barbosinha (DEM).

O projeto dispõe sobre penalidades a serem aplicadas pelo não cumprimento da ordem de vacinação dos grupos prioritários, de acordo com a fase cronológica definida no plano nacional e/ou estadual de imunização contra a Covid-19. São passíveis de penalização: o agente público, responsável pela aplicação da vacina, bem como seus superiores hierárquicos, caso comprovada a ordem ou consentimento, e a pessoa imunizada ou seu representante legal.

Multa

Comprovada a infração por meio de processo administrativo, ao agente público será adotada a penalidade prevista na legislação específica do servidor público. Com relação à pessoa imunizada, será aplicada multa de 1.200 Uferms, equivalente a R$ 45.336.  

Caso o imunizado seja agente público o valor dobra para 2.400 Uferms, mais de R$ 90 mil. A quantia recolhida com a multa irá para o Fundo Estadual de Saúde.

Auxílio emergencial

O governo do Estado prepara um programa de auxílio emergencial com destinação de renda para parte da população sul-mato-grossense mais afetada pela pandemia de coronavírus. A proposta atende ao pedido do deputado Marçal Filho (PSDB) e deve beneficiar pelo menos 100 mil famílias com valor mensal de R$ 200.

Conforme anunciou o deputado, a ideia do auxílio vem sendo analisada desde o ano passado pelas equipes das secretarias de Governo e de Assistência Social. "Está sendo finalizado um estudo para identificar a quantidade de famílias em situação de vulnerabilidade extrema", diz Marçal Filho.

Medicamentos

Como ainda está em estudo, existe a possibilidade do governo do Estado destinar o benefício exclusivamente para compras de refeições e medicamentos. Dessa forma, funcionaria como um cartão voltado para gastos de maior prioridade para garantir a segurança alimentar das famílias.

Os critérios de quantidade de parcelas e de cadastro das famílias ainda serão anunciados pela equipe do Governo. A expectativa é a de que os trabalhos sejam finalizados ainda neste mês de março.

Mansão de R$ 5,9 bi

O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) comprou uma mansão por R$ 5,97 milhões em um bairro nobre de Brasília. A informação foi primeiro divulgada pelo site "O Antagonista". A TV Globo teve acesso à certidão de matrícula do imóvel.

A mansão fica no Setor de Mansões Dom Bosco, um dos mais valorizados da capital. O imóvel tem área total de 2,4 mil metros quadrados.

Salário de R$ 33,7 mil

Na eleição de 2018, em que se elegeu senador, Flávio declarou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) patrimônio de R$ 1,74 milhão. Atualmente, o salário de um senador é R$ 33.763. A certidão de matrícula informa que os compradores são Flávio e a mulher, a dentista Fernanda Figueira Bolsonaro, segundo o G1.

Do valor total do imóvel, R$ 3,1 milhões foram financiados pelo Banco de Brasília (BRB). O pagamento do financiamento será feito em 360 parcelas, a uma taxa de juros de balcão efetivos de 4,85% ao ano e taxa de juros efetivos reduzida de 3,71% ao ano.

Políticos com covid-19

Três senadores anunciaram terem sido diagnosticados com covid-19 entre segunda-feira e ontem. Os testes positivos acontecem após uma 'romaria' de prefeitos ao Congresso Nacional em busca de recursos para emendas. A informação do do Uol.

O senador Major Olimpio (PSL-SP), líder do seu partido na Casa, anunciou ontem que foi diagnosticado com a covid-19. O mesmo acontece com o  líder do Cidadania no Senado, senador Alessandro Vieira (SE) e com Lasier Martins (Podemos-RS).

Ditadura militar

O Projeto de Lei 506/21 torna crime fazer apologia ao retorno da ditadura militar no País, com pena de reclusão (um a quatro anos). O texto em análise na Câmara dos Deputados insere trechos na Lei de Segurança Nacional.

“Em muitos episódios recentes temos assistido a declarações de cidadãos, em exercício ou não de função pública, absolutamente incompatíveis com a própria essência da Constituição”, disse a autora da proposta, deputada Tabata Amaral (PDT-SP). “A liberdade de expressão é um direito consagrado pela Constituição”, ressaltou a deputada. “Contudo, é razoável indagar: devemos tolerar os intolerantes? A democracia pode servir para proteger os que atacam a sua própria existência?”. Fonte: Agência Câmara de Notícias.

Telefones úteis em Dourados

Quantas vezes a gente já precisou fazer uma ligação de emergência, mas não lembrou ou não sabia o número do telefone. Pensando nisso, a Gazeta MS publica alguns números que, se for preciso, serão facilmente encontrado.

Anota aí:

Polícia Militar: 190

Bombeiros: 193

Guarda Municipal: 199 e 153

Polícia Rodoviária Federal (PRF): 191

Polícia Rodoviária Estadual (PRE): 198

SAMU: 192        

Polícia Civil - SIG (67) 3411-8080

Aeroporto (67) 3411-7936

Utilidade Publica

O DOF mantém um canal aberto direto com o cidadão para tirar dúvidas, receber reclamações e denúncias anônimas, através do telefone 0800 647-6300. Não precisa se identificar e, a ligação, será mantida em absoluto sigilo. O serviço funciona 24 horas por dia, sete dias por semana.
Logo publicaremos outros números de emergência.

 

[email protected]

 



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE