Leia Coluna do Jonas desta terça, 22

| REDAçãO/GAZETA MS


Jonas Alves da Silva (Silva Junior) - Divulgação

Terça-feira, 22 de dezembro -
Niver: Flavio Levino, Cris Souza, Naldo Moreno Pereira, Edcarlos Leite, Pedro Garcia, Marcos Antonio Da Silva
Pensamento: "Ainda que seu passado tenha marcas, seu futuro está intacto e só depende de suas escolhas hoje."
Musica: Meu mundo é hoje - Paulinho da Viola

Covid
O professor Jorge Antonio Rosseti Otero, já está em casa, depois de passar dias internado em um hospital de Dourados, em tratamento contra Covid 19. Formado em educação física Jorge Otero tem um amplo serviço prestado no desporto douradense. Ele reside com a família próximo à Unigran e vinha exercendo suas funções profissionais no Jorjão.
Estrela do Sul
Fundador da Escolinha de Futebol Estrela do Sul, treinou dentre outros, o internacional Lucas Leiva, hoje no futebol italiano. Também fez parte da base do Leão, Operário, CAD e outros. É arbitro de futebol, futsal, futevôlei e personal trainer. Pessoa do mais alto gabarito. Também é comentarista e narrador esportivo.
Zé Tereré
José Feliciano Paiva, presidente da Associação dos Doentes Renais Crônicos e Transplantados de Dourados (Renassul) faleceu nessa segunda-feira, 21 de dezembro em Campo Grande, onde estava internado. Zé Tereré, como era conhecido morava no Jardim Canaã 1 há vários anos. Ele era transplantado (rins) e solidário com sofrimento de pacientes locais, foi a voz da maioria. Corpo sepultado em Dourados. 
Covid
Como se dizia, a tragédia anunciada está aí, às claras, para que quiser ver e constatar o que já se previa. Com o advento das eleições, a mão que tinha um certo controle sobre as pessoas, no sentido da prevenção contra o vírus, foi aberta. Passadas as apurações eleitorais, vem o resultado, não só em Dourados, mas em todo o Brasil. A volta dos índices de infecção do Coronavírus atinge índices que agora dizem alarmantes.
Sem novidades
Na verdade já era de se esperar esse crescimento vertiginoso de contaminação; para que fossem feitas as campanhas, os cuidados básicos com a saúde foram temporariamente deixados de lado, como se os “santinhos” fossem protetores da saúde dos cabos eleitorais e simpatizantes de vários candidatos. Só não pensaram no resultado.
Recordes
Passadas as eleições, os índices de contaminação, internação e mortes subiu na mesma proporção da liberação da galera para ir as ruas buscar votos. Agora, com um vírus que tem capacidade 70% maior de se alastrar, bate o desespero. Mas a tragédia, como foi dito antes, já estava anunciada. Agora resta pedir a proteção divina e rezar muito para que apareça, o mais rápido possível, uma vacina eficiente.

Vítimas da Covid-19

Desde 11 de março, quando a Organização Mundial da Saúde (OMS) decretou a pandemia do novo coronavírus, vários representantes da música popular brasileira, da dramaturgia e das artes perderam a batalha para a covid-19. Aldir Blanc, uma das vítimas da doença, que já matou  mais de 186 mil pessoas no Brasil, deu nome à lei que garantiu pagamento de auxílio emergencial para o setor cultural, lembra o repórter Pedro Pincer, da Agência Senado.

O senador Eduardo Mendes (MDB-TO) homenageou Aldir, quando o Plenário aprovou esse projeto. “O nome dessa lei não poderia ser mais justo, porque, de todos aqueles nossos artistas que estão no céu, de Pixinguinha a Moraes Moreira, Aldir Blanc era o único tinha avisado, muito antes, que tinha resposta ao tempo”, afirmou Mendes.

O repórter lembra que, a dramaturgia perdeu nomes como o ator Eduardo Galvão e a dama do teatro e da televisão, Nicette Bruno. Na música, calaram-se vozes como as de Paulinho, intérprete de sucesso do conjunto Roupa Nova, e Ubirany, um dos fundadores do grupo Fundo de Quintal.

Nicette Bruno

Em postagens nas redes sociais, senadores lamentaram ontem (21) a morte da atriz Nicette Bruno, que faleceu no domingo (20) aos 87 anos, no Rio de Janeiro, devido a complicações da covid-19, conforme divulgou a Agência Senado.

O senador Álvaro Dias (Podemos-PR) postou no Twitter um vídeo em homenagem à atriz. Ele destacou que a atriz, que estava internada desde novembro, fez história em 70 anos de carreira na TV e no teatro.

Contribuição

A morte da atriz também foi registrada pelo senador Paulo Rocha (PT-PA). “Ela tinha 87 anos de muita contribuição a cultura e artes cênicas no Brasil. Mais uma vítima da covid-19 no Brasil”, postou o senador paraense.

Outros senadores também lamentaram a morte da atriz, como Humberto Costa (PT-PE), Rogério Carvalho (PT-SE), Maria do Carmo Alves (DEM-SE) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

Novos Gestores

Para auxiliar as próximas gestões municipais, que atuarão de 2021 a 2024, a Confederação Nacional de Municípios (CNM) publicará a coleção Novos Gestores. As 23 cartilhas reunirão conceitos e orientações importantes para auxiliar os eleitos em diversas áreas - as publicações ficarão disponíveis na Biblioteca on-line da entidade.

O Seminário Novos Gestores - que será on-line e por Região de 18 a 28 de janeiro - apresentará ainda mais informações sobre os principais temas de interesse municipal e informações quanto à atuação institucional da CNM. As inscrições estão abertas e são gratuitas.

Vários temas

Além de uma edição voltada diretamente para o prefeito, as publicações serão das áreas de: assistência social, comunicação, consórcios, contabilidade pública, cultura, defesa civil, desenvolvimento rural, educação, finanças e habitação.

E, ainda, planejamento territorial, inovação e Municípios inteligentes, internacional, jurídico, juventude, meio ambiente e saneamento, mulheres e o projeto MMM, mobilidade e trânsito, previdência, saúde, transferências voluntárias, turismo e PPP e concessões.

Por região

Em formato virtual neste ano, em razão da pandemia de Covid-19, o Novos Gestores será 100% on-line. Os encontros ocorrerão em dois dias, organizados por Região:

18 e 19 de janeiro: Região Nordeste

21 e 22 de janeiro: Regiões Norte e Centro-Oeste

25 e 26 de janeiro: Região Sudeste

27 e 28 de janeiro: Região Sul

Sigilo

A Câmara dos Deputados aprovou ontem (21) o Projeto de Lei 7658/14, do Senado, que determina a preservação do sigilo sobre a condição de pessoa com o vírus da imunodeficiência humana (HIV), pelos vírus das hepatites crônicas (HBV e HVC) ou com hanseníase e tuberculose.

Esse sigilo deverá ser observado em várias situações, como serviços de saúde, escolas e locais de trabalho. A matéria foi aprovada na forma do texto do relator, deputado Alexandre Padilha (PT-SP), e retornará ao Senado devido às mudanças.

Proibição

O texto proíbe a divulgação, seja por agentes públicos ou privados, de informações que permitam a identificação das pessoas com esses vírus ou doenças também no âmbito da administração pública, da segurança pública, de processos judiciais e da mídia escrita e audiovisual.

Já o sigilo profissional somente poderá ser quebrado nos casos determinados por lei, por justa causa ou por autorização expressa da pessoa com o vírus. Se a pessoa for menor de idade, dependerá de autorização do responsável legal. (Fonte: Agência Câmara de Notícias).

Telefones úteis

em Dourados

Quantas vezes a gente já precisou fazer uma ligação de emergência, mas não lembrou ou não sabia o número do telefone. Pensando nisso, a Gazeta MS publica alguns números que, se for preciso, serão facilmente encontrado.

Anota aí:

Polícia Militar: 190

Bombeiros: 193

Guarda Municipal: 199 e 153

Polícia Rodoviária Federal (PRF): 191

Polícia Rodoviária Estadual (PRE): 198

SAMU: 192

Polícia Civil - SIG (67) 3411-8080

Aeroporto (67) 3411-7936

Utilidade Publica

O DOF mantém um canal aberto direto com o cidadão para tirar dúvidas, receber reclamações e denúncias anônimas, através do telefone 0800 647-6300. Não precisa se identificar e, a ligação, será mantida em absoluto sigilo. O serviço funciona 24 horas por dia, sete dias por semana.
Logo publicaremos outros números de emergência.

Whatsapp (67) 9 9943-9810

 

[email protected]

 

José Feliciano Paiva, Zé Tereré. Foto: Arquivo


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE